Charles Aznavour
(FOTO: Reprodução)

Ontem, dia 1º de Outubro de 2018, foi divulgada a triste notícia da morte de or. Aos 94 anos de idade, o músico que era conhecido como o “Frank Sinatra francês” acabou falecendo mas a causa da morte não havia sido disponibilizada ao público. Segundo a rede de televisão francesa LCI, o falecimento ocorreu devido a um edema pulmonar, provocando uma parada cardiorrespiratória em Charles Aznavour enquanto o músico tomava banho.

VEJA TAMBÉM: Bono do U2 revela que quase morreu recentemente

Assim, os médicos legistas descartaram a possibilidade de afogamento e a morte do músico, ator e ativista foi registrada como causas naturais. Com cerca de 180 milhões de discos vendido na carreira, Charles havia acabado de voltar de uma turnê pelo Japão e tinha o Brasil como planos para suas próximas apresentações.

Após a morte do artista, a Torre Eiffel em Paris foi iluminada com uma cor dourada como forma de homenagem

Charles Aznavour viria ao Brasil para shows em março, segundo empresário

Faleceu nesta segunda-feira (dia 1), o cantor e compositor francês Charles Aznavour, conhecido como o “Frank Sinatra da França”. A morte de Charle Aznavour foi confirmada por um porta-voz do artista à agência de notícias AFP. O artista tinha 94 anos e faleceu em sua casa, no sul da França.

Charles Aznavour teve mais de 70 anos de carreira e chegou a gravar mais de 1.200 canções em até oito idiomas diferentes. Como compositor, o artista assinou mais de mil canções para outros cantores.

O artista também fez sucesso nos cinemas como ator. Estrelou “Atirem no Pianista” para o mestre francês François Truffaut no ano de 1960, e foi elogiado por sua performance no filme “O Último dos Dez” (1974), adaptação de um clássico da autora Agatha Christie.

Fora da França e do mercado europeu, Azanavour era mais conhecido por seu hit “She”, lançado originalmente no ano de 1974. A canção despontou para o mundo no filme “Um Lugar Chamado Notting Hill”, com Julia Roberts e Hugh Grant, com um cover gravado por Elvis Costelo. Aznavour também fez a voz do velhinho Carl Fredricksen, o protagonista da animação “Up – Altas Aventuras” (filme de 2009).

VEJA TAMBÉM: Elza Soares, Alcione e Fafá de Belém lamentam a morte de Angela Maria

Azanavour estava com inúmeros shows marcados e viria ao Brasil em março, confirmou ao UOL o empresário e produtor Manoel Poladian. “Ele estava em plena forma. Foi uma grande surpresa. Viria ao Brasil e depois Argentina, Chile e Peru. Ele que pediu. Conversamos na semana passada”.

No ano passado, o produtor foi até Paris para acompanhar um show de Charles Aznavour e encontrou o cantor nos bastidores do espetáculo. “Ele estava com 93 anos. Era um show para oito mil pessoas, cheio de intelectuais da França. Quando cheguei no camarim, ele me disse que tinha acabado de escrever mais duas músicas e queria que eu as ouvisse no dia seguinte”, afirmou. “Isso é só para mostrar essa vontade de produzir, essa garra que ele tinha”.