gaga celine dion
(FOTO: Reprodução)

Após Lady Gaga decidir retirar a faixa “Do What U Want” das plataformas digitais, a cantora Céline Dion optou por assumir a mesma postura. A atitude da cantora foi tomada em respeito às mulheres que acusam o músico R. Kelly de assédio e estupro.

Segundo informações do TMZ, a cantora canadense residente de Las Vegas deu entrada no processo para retirada de “I’m Your Angel” dos serviços de streaming. Da mesma forma como “Do What U Want”, a canção “I’m Your Angel” também traz os vocais do rapper.

Gravado ainda no ano de 1998 para o álbum “These Are Special Times”, o single acabou permanecendo em primeiro lugar na Billboard Hot 100 por seis semanas chegando a vender mais de 1,5 milhão de cópias somente nos Estados Unidos. Também recebeu indicações ao Grammy na época. A música é considerada um dos maiores sucessos de toda carreira de Céline Dion.

A decisão da cantora tem relação com um novo movimento que vem ganhando força nos Estados Unidos, o #MuteRKelly. A campanha, aconteceu por causa da série documental “Surviving R.Kelly”, que traz depoimentos de vítimas de abusos do rapper e cujo intuito é dificultar seus ganhos comerciais.

VEJA TAMBÉM: Palco de show de Anitta desaba e espetáculo é interrompido

Dividido em seis episódios, o documentário procura expor os detalhes e denúncias de abuso físico e emocional de mulheres e inclusive menores de idade, durante várias décadas.

O longa-metragem ressalta ainda que o cantor de R&B liderava uma espécie de “culto” em que mantinha mulheres sob seu domínio, contra a própria vontade delas.

Na sexta-feira, pessoas ligadas a movimentos que defendem os direitos das mulheres fizeram um protesto na sede da gravadora RCA/Sony em Los Angeles pedindo para que a gravadora encerre seu contrato com R. Kelly.

Um banner gigantesco chegou a ser puxado por um avião trazendo a seguinte frase “Deixem o predador sexual R. Kelly”.