caetano veloso
O cantor bahiano Caetano Veloso (FOTO: Divulgação)

O cantor e compositor Caetano Veloso teve uma decisão favorável na Justiça após uma disputa judicial contra o escritor Olavo de Carvalho. A juíza Renata Oliveira e Castro, da 50ª Vara Cível do Rio de Janeiro, anunciou ter avaliado improcedente a impugnação do cumprimento de uma sentença do ano de 2017. A decisão ainda cabe recurso.

As informações foram confirmadas ao UOL pela advogada do músico, Simone Kamenetz. “É uma decisão sobre o valor da multa. Estamos na fase de cumprimento de sentença. Ele impugnou o cumprimento, e a decisão foi pela manutenção da multa. Dessa decisão, ele pode recorrer”, justificou. O escritor Olavo de Carvalho terá um prazo para pagar a multa quando não houver mais recursos. Caetano cobra R$ 2,8 milhões do escritor que é considerado o guru de Jair Bolsonaro, por descumprimento duma decisão judicial de não excluir das suas redes sociais “mensagens que relacionem o cantor à pedofilia”.

Entenda por que Caetano Veloso está cobrando R$ 2,8 milhões de ...

VEJA TAMBÉM: Renato Russo faria 60 anos e em homenagem, os fãs ganham lyric video inédito da música “Giz”

As mensagens estariam relacionadas ao começo do namoro do músico com sua esposa, a produtora Paula Lavigne, quando ela possuía 13 anos. Caetano Veloso tinha 40 anos de idade na ocasião. Caetano e Paula se conheceram quando a produtora era apenas adolescente nos bastidores de uma peça teatral no final dos anos 80. Os artistas que têm dois filhos juntos ficaram casados por 19 anos, até o ano de 2004 e reataram o relacionamento no ano de 2016. Autor da ação judicial, o artista resolveu entrar com um pedido na Justiça por uma petição com memória de cálculo relacionada à desobediência à ordem judicial e o valor que lhe é devido.