cher
(FOTO: Divulgação)

Enquanto alguns artistas brasileiros continuam mantendo o voto em segredo mesmo após grande pressão dos fãs, a repercussão internacional do movimento #EleNão está ficando cada vez maior. Após diversos músicos estrangeiros se posicionarem contra Bolsonaro, como Dua Lipa, Diplo e Dan Reynolds, agora foi a vez da cantora norte-americana Cher.

A artista retuitou hoje (dia 27), uma mensagem de seu site oficial no Brasil, pedindo o apoio de Cher à campanha contra o presidenciável Jair Bolsonaro. Em solidariedade aos fãs brasileiros, a estrela Pop apoiou a campanha. Confira a mensagem retuitada por Cher em sua conta oficial no Twitter:

VEJA TAMBÉM: Caetano Veloso presta solidariedade à Marília Mendonça após manifestação contra Bolsonaro

“Triste que o Brasil está enfrentando seu próprio Trump. Um candidato homofóbico e racista está liderando as pesquisas. Significaria muito que todos nós pudéssemos compartilhar a hashtag #EleNão (#NotHim) para apoiar isto”.

Cher decide reacender sua antiga briga com Madonna

A cantora norte-americana Cher decidiu reacender uma rixa de décadas que ela teria com Madonna. Durante uma brincadeira no programa de Ellen DeGeneres na TV norte-americana, Cher tinha que nomear rapidamente três artistas com quem ela gostaria de fazer uma parceria.

VEJA TAMBÉM: Após ataques à sua família, Marília Mendonça apaga vídeo contra Bolsonaro

“Oh! Adele, Pink e… bom… a Madonna não“, afirmou a cantora. O público presente ficou em choque depois da declaração de Cher, e a apresentadora fez piada com o momento. “Okay, Sra. Negativista”, disparou para a convidada.

A rixa entre as duas cantoras se arrasta por décadas e teve origem em uma entrevista de Cher ainda nos anos 90 onde ela criticou a atitude de Madonna. “Há muitas coisas que eu respeito sobre ela”, afirmou na época ao canal CBS. “Eu acho que ela é uma ótima mulher de negócios, mas ela é maldosa, e eu não gosto disso”. “Eu lembro que ela foi a minha casa algumas vezes, porque eu era amiga de Sean [Penn, ex-marido de Madonna]. Ela era rude com todo mundo. Ela agia como uma menina mimada o tempo. Para mim, quando você alcança o nível de aclamação que ela alcançou, você deve agir de forma mais magnânima”, acrescentou.

VEJA TAMBÉM: Produtor de Adele comenta novo álbum da cantora

As diferenças entre as duas pareciam estar resolvidas no ano de 2017, quando Cher foi fotografada ao lado de Madonna durante uma marcha de mulheres, em Washington.

No dia 28 de setembro, Cher lançará seu próximo álbum, intitulado “Dancing Queen”. O disco é uma seleção de covers de clássicos da banda sueca ABBA. A última canção divulgada por ela no projeto foi o seu cover da faixa “One of Us”.