Cher revela medo de sua mãe, de 93 anos, pegar Covid-19

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Cher está sendo extremamente cautelosa nesta temporada de férias. Meses depois que a pandemia de COVID-19 encerrou sua recente turnê de shows, a super estrela do pop não quer correr riscos.

Eu faço o teste [para COVID] o tempo todo”, disse a musa à People. Cher, 74, diz que precisa “ter muito cuidado” com sua mãe, Georgia Holt, 93.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Temos uma pequena bolha que tivemos todo esse tempo”, acrescenta ela. “Usamos máscaras e não somos muitos. É minha irmã, meu cunhado, minha mãe, minha assistente. Além de ficarmos longe uma da outra.”

Também tenho que ter cuidado“, acrescenta, “porque tenho asma, tenho 74 anos e vários problemas de saúde”.

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

Apesar deste ano difícil, Cher conseguiu se manter ocupada, passando 2020 mergulhando no trabalho e no ativismo.

Ela gravou uma música para a campanha de Joe Biden, ajudou a resgatar elefantes por meio de sua organização sem fins lucrativos ‘Free the Wild’ e emprestou sua voz para o novo filme de animação infantil, Bobbleheads: The Movie (agora transmitido pela Netflix), no qual ela interpreta uma versão de brinquedo de si mesma .

Não sabia que estaria trabalhando tanto, não viajando”, diz ela. “Gosto de estar no palco, então demorou um pouco para me acostumar. Mas então, de repente, eu estava fazendo todo tipo de coisa. Não planejava. Simplesmente me permiti acontecer.

Tenho um ditado“, acrescenta ela, “‘Fique de pé e seja contado, ou sente-se e não seja nada.’ E assim, conforme as coisas acontecem no meu caminho, você faz o que surge no seu caminho.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio