cher
A cantora norte-americana Cher (FOTO: Reprodução)

Segundo o site LGBTQ Nation, a lendária Cher tentou se voluntariar no serviço de Correios dos Estados Unidos, centro de um conflito político de cara para as eleições presidenciais, entretanto, foi rejeitada.

Recentemente, Donald Trump reteve fundos dos os Correios dos EUA com intuito de impedir a votação universal por correspondência. Nesta quarta-feira (19), a cantora usou seu Twitter para perguntar: “NÃO, NÃO ESTOU BRINCANDO. POSSO SER VOLUNTÁRIA NOS CORREIOS?”.

Ela então ficou triste porque ninguém estava disposto a ajudá-la a se voluntariar para separar e entregar correspondência gratuitamente.

LEIA TAMBÉM: Atriz global chama Marília Mendonça de “ridícula” após piada transfóbica

Cher disse que ligou para dois correios perto de onde mora, em Malibu, e descobriu que você não pode simplesmente se voluntariar para trabalhar em um correio. “Olá, aqui é a Cher e gostaria de saber se vocês aceitam voluntários?“, disse quando ligou para o correio. A pessoa com quem ela falou deu a ela o número de um supervisor. “Olá, aqui é a Cher. Vocês aceitam voluntários?“, ela perguntou, desta vez falando com o supervisor. “NÃO, é necessária uma checagem das impressões digitais e dos antecedentes penais“, respondeu ele.