Chris Brown é processado por doméstica após suposto ataque canino brutal

Publicado em 6/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um cachorro do cantor Chris Brown teria ferido violentamente uma mulher na propriedade do músico segundo aponta o site TMZ. O tabloide relata que o artista até tentou encobrir tal fato quando a emergência foi chamada, pelo menos de acordo com a ex-governanta que está processando Chris Brown.

A governanta, afirma que Chris é responsável pelos ferimentos que sofreu quando seu pastor caucasiano Ovcharka, Hades, lhe atacou em dezembro, enquanto ela trabalhava em sua casa em Tarzana.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos documentos, obtidos pelo TMZ, a mulher diz que estava esvaziando o lixo em algum lugar do lado de fora da casa, quando do nada, o enorme cão apareceu e começou a rasgar sua pele – supostamente arrancando pedaços de carne de seu rosto, braços e corpo e deixando-a em uma situação delicada.

O relato brutal – testemunhado também pela irmã da doméstica – não seria a parte mais estranha de sua história. A suposta vítima afirma que, embora Chris e companhia estivesse em casa, ninguém saiu para ajudá-la – apesar de seus gritos. Ela alega que uma vez que o ataque acabou, ela estava literalmente deitada em uma poça de seu próprio sangue – quando Chris se deparou com ela e começou a direcionar sua equipe para pegar os cães antes que a polícia e os paramédicos chegassem.

A doméstica diz que a equipe do 911 apareceu e em seguida, a levou em uma ambulância. Ela afirma que mais tarde as autoridades tentaram descobrir o que aconteceu, mas ela diz que Chris foi evasivo e malicioso, supostamente dizendo aos policiais que não sabia o que aconteceu, ou quem sumiu com os cães. No processo, ela afirma que o cachorro foi sacrificado, semanas depois, pelo Abrigo de Animais do Gabinete do Xerife do Condado de Humboldt depois de se descobrir que o cão era perigoso.

Não está claro por que o cachorro foi encontrado em Humboldt, um condado do norte da Califórnia, a horas de distância da casa de Chris. A governanta anônima continua dizendo que ela teve que passar por uma cirurgia extensa para salvar sua vida – e que os ferimentos que ela sofreu deixaram cicatrizes permanentes. Seu marido também está processando Chris Brown pela perda da capacidade de ter o amor e a companhia de sua esposa.

Após caso de Rihanna, outra mulher acusa Chris Brown de agressão

Em 2009, Chris Brown agrediu Rihanna, mas, caso você não se lembre, nós iremos refrescar sua memória. Os dois brigaram muito feio, e o rapper deixou a cantora com o rosto ferido. O caso teve repercussão mundial, e o cantor foi condenado à liberdade condicional, uma ordem de restrição de cinco anos foi emitida e ele foi obrigado a atender aconselhamento de violência doméstica.

E agora, parece que o cantor agrediu outra mulher. A suposta vítima contou aos polícias que o cantor bateu em sua nuca com tanta força que o aplique capilar que usava saiu, de acordo com informações colhidas pelo TMZ. Ainda segundo o site, a polícia respondeu ao chamado da mulher à casa de Chris Brown, em São Fernando Valley, na Califórnia, após uma denúncia no final de semana. A polícia fez um boletim de ocorrência da agressão, colocando o rapper como suspeito.

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

O TMZ afirma que a vítima não teve ferimentos e nenhuma prisão foi feita no local. Esse não é um episódio isolado para Chris Brown, além de Rihanna, em 2016, o cantor foi investigado novamente por agredir uma mulher em Las Vegas. No mesmo ano, um ex-empresário que trabalhou para Chris Brown, Mike G, entrou com processo contra o cantor por agressão física. No relatório divulgado na época, ele acusou Brown de atacá-lo sem motivo com socos no rosto e no pescoço.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio