O cantor Chris Brown
O cantor Chris Brown (FOTO: Reprodução)

Chris Brown decidiu entrar com uma ação judicial contra a mulher que o acusou de um estupro ocorrido num quarto de hotel em Paris. O cantor norte-americano decidiu processá-la por suposta difamação. O advogado do artista, Raphael Chiche, entregou a documentação relativa à defesa do cantor nesta quinta (dia 24), alegando que o caso se trata duma “acusação falsa”.

O norte-americano chegou a ser preso pela polícia francesa na segunda-feira. A suposta vítima registrou boletim de ocorrência alegando ter conhecido Chris Brown numa casa noturna e aceitado o convite para ir ao hotel no qual o artista estava hospedado. No estabelecimento, a mulher afirma que foi estuprada pelo cantor, um amigo e por um guarda-costas.

VEJA TAMBÉM: Integrantes do Rouge já têm novos projetos após pausa da banda

Mesmo com a acusação, Chris Brown foi liberado pela polícia na terça-feira, sem a condição de pagar fiança. A polícia encontrou contradições na história apresentada pela suposta vítima. “Eu quero deixar perfeitamente claro… isso é falso e um monte de invenção! NUNCAAAAA!!!!!! Por minha filha e por minha família, isso é muito desrespeitoso e vai contra a minha personalidade moral”, afirmou o cantor.

O advogado do artista afirmou ao site TMZ que, por seu cliente ter na bagagem delicadas questões, ele se tornou um alvo falso para oportunistas. Chris Brown, vale lembrar, tem um passado de agressões e prisões – incluindo violência doméstica contra Rihanna, na época em que os dois cantores eram namorados.