claudia leitte
A cantora carioca Claudia Leitte (FOTO: Reprodução)

Claudia Leitte sempre teve como premissa a emoção em tudo que fez ao longo de seus 17 anos de carreira. Com seu quinto álbum de estúdio não seria diferente. A primeira parte de “Bandera Move”, além de coroar um ano de muito trabalho, carrega sutileza e forte energia ao mesmo tempo.

A estreia acontece nesta sexta-feira, 13 de dezembro, mesmo dia de seu show no Carnatal (Carnaval tradicional, fora de época, que acontece em Natal, no Rio Grande do Norte). Além do hit “Bandera” – que foi lançado em outubro e nomeia todo o projeto da cantora -, o compilado traz três músicas inéditas, entre elas, “Perigosinha”, novo single de trabalho de Claudia Leitte. Com produção de Laércio da Costa, a eletrizante canção tem tudo para ser sucesso no verão. 

A primeira parte do álbum da cantora traz ainda três idiomas (inglês, português e espanhol) em suas músicas, com diferentes nuances de ritmos e colaborações especiais. Assim é na dançante “Fin de Semana”, com participação de Messiah & D’Bonj eprodução de Mike Sabath & Sergio Minsk. Já em “Let’s Go”, Claudia Leitte conta com a colaboração de Carlinhos Brown e do produtor Reggi El Auténtico na faixa produzida por Mike Sabath. Além disso, as músicas foram gravadas em estúdios de diferentes locais, como Miami (EUA) e São Paulo (BRA), seguindo assim a proposta de pluralidade trazida pelo projeto “Bandera”.

VEJA TAMBÉM: MC Gui é acusado de maltratar outra criança com câncer

A produção geral fica a cargo de Luciano Pinto, que ressalta a importância do período dedicado as audições, essencial para que o projeto Bandera começasse a ganhar forma. “Bandera Move tem uma rica diversidade de estilos e uma rítmica ‘caliente’ e dançante. Esse sempre foi o objetivo, o de poder trazer para a nossa discografia músicas que provoquem emoção e ação no público”, conta Luciano.

“Quero transmitir amor, positividade e alegria com essa primeira parte do álbum. São músicas dançantes e que pude contar com a colaboração de alguns amigos, como o Brown. Espero que os fãs curtam tanto quanto eu essas músicas. Além disso, ainda temos coreografias para lá de especiais do pessoal da Zumba”, conta Claudia Leitte.

Já a concepção para a capa do álbum foi elaborada por Alceu Neto, com traços diversos que se misturam a foto da cantora assinada por Jacques Dequeker. Na imagem, um dos lados está com cores mais vibrantes, mesma sensação trazida pelo verão, mês de lançamento da primeira parte do álbum. Esses são pontos que serviram de inspiração para a composição do design da capa de “Bandera Move”. 

E mais, assim como foi com o single “Bandera”, algumas faixas seguem a parceria com a Zumba, um programa de dança com uma extensa rede de instrutores e 15 milhões de estudantes espalhados em mais de 180 países. As músicas dessa primeira parte passam a integrar o repertório da turnê “Bandera Tour”. E em 2020, vem aí a continuidade do álbum “Bandera Move” com muitas parcerias, novidades, além de dança, energia e emoção.