Cleber e Cauan
A dupla sertaneja Cleber e Cauan (FOTO: Reprodução)

O sertanejo Cleber, da dupla Cleber e Cauan, pariticipou nesta quinta-feira (20) do “Encontro com Fátima Bernardes“. Ele contou alguns detalhes sobre a internação do parceiro por conta do coronavírus.

O sertanejo revelou que Cauan não levou a sério os primeiros sintomas. “Parece um pesadelo para a gente. O Cauan é muito forte, alto-astral, a alegria da dupla. Acho que ele confiou demais, achou que a doença não fosse evoluir para um quadro tão grave. Quando ele me falou que estava com febre, já estava no terceiro dia de febre, e isso me preocupou bastante. Falei: ‘Você tem que procurar um médico.’ Mas ele estava tranquilo.

A dupla sertaneja se formou em 2010, entretanto, Cleber e Cauan são amigos desde a infância. O cantor disse que sente como se o parceiro fizesse parte da família.

LEIA TAMBÉM: Atriz global chama Marília Mendonça de “ridícula” após piada transfóbica

Acabo tendo uma relação muito maior com o Cauan do que com a minha família. Antes da pandemia, a gente se via diariamente. O mais importante é a vida, e a gente está torcendo para que o Cauan saia dessa situação.

Durante o bate-papo, o irmão de Cauan, Fernando, que é médico e está acompanhando a evolução do cantor em Goiânia. Ele revelou que o sertanejo está com 60 a 65% do pulmão comprometido pelo coronavírus, significa uma melhora, em relação a semana passada.

Fernando (à esq.), irmão do sertanejo Cauan, comparece com Cleber (no centro) ao 'Encontro' - Reprodução/Globoplay - Reprodução/Globoplay
(FOTO: Reprodução)