O rapper Drake
O rapper canadense Drake (FOTO: Divulgação)

Antes de Drake invadir as rádios e redes sociais com a canção-viral “In My Feelings”, o rapper já tinha emplacado outro hit neste ano, a faixa “God’s Plan”. A música que foi o lead single do álbum “Scorpion” reinou no topo do Billboard Hot 100 por incríveis 11 semanas consecutivas.

Já o clipe da canção que foi considerado um dos melhores videoclipes do ano, mostra o canadense percorrendo as ruas de Miami e fazendo inúmeras doações. Estima-se que Drake tenha gasto 1 milhão de dólares nas ações beneficentes que realizou no clipe.

E pode não parar por aí!

De acordo com o TMZ , Drake está tentando obter a marca registrada de “God’s Plan” para que ele possa usá-la para vários produtos. O site também informa que no momento existem negociações para um game show de TV com o nome da música, mas nenhum detalhe sobre essas informações foi dado.

VEJA TAMBÉM: Kelly Clarkson terá talk-show na TV norte-americana, veja o suposto cenário

Com tantos game shows com prêmios em dinheiro talvez não seja difícil pensar que “God’s Plan” possa realmente virar um programa de TV né?

Drake gasta cerca de 38 mil reais para distribuir picolés em Los Angeles

Com o início do verão nos Estados Unidos, o rapper Drake resolveu aliviar um pouco o calor dos cidadãos de Los Angeles. De acordo com o TMZ, o canadense desembolsou cerca de dez mil dólares (aproximadamente 38 mil reais) para comprar mil picolés, adquiridos em cinco locais diferentes do subúrbio da cidade californiana.

Segundo o site, pessoas contratadas pelo músico estão distribuindo os picolés para quem passar por dois locais nas regiões de Hidden Hills e Calabasas. A ação promocional faz parte de uma estratégia para divulgar o novo álbum de Drake, o “Scorpion”.

Alguns versos das músicas do álbum estão sendo colados nas laterais dos carrinhos. Questionada sobre a razão da boa ação de Drake, uma fonte ouvida pelo TMZ explicou que o rapper simplesmente acredita que seria “uma coisa legal para se fazer em um dia quente para a comunidade”.