A cantora fluminense Anitta (FOTO: Reprodução)

O cantor porto-riquenho, Ozuna, que já lançou música com Anitta, fez uma confissão. O astro disse que pensou em suicídio após vazamento de vídeo pornô gay.

As imagens, divulgadas em 2011 e gravadas quando o artista ainda era menor de idade, o mostram em cenas íntimas com outros homens.

Tem muita gente que não tem coragem de dizer [que cometeria suicídio], mas foi um momento muito difícil na minha vida, na minha carreira. Eu sou um pai de família, todos estavam falando de mim. Tive um ataque de pânico. Não estava acostumado a isso“, afirmou Ozuna em entrevista ao canal Molusco TV, no Youtube.

Vem hit por aí? Anitta e Ozuna divulgam fotos de novo single - UPdate POP
A cantora carioca e Ozuna (FOTO: Reprodução)

VEJA TAMBÉM: Eduardo Costa mostra arrependimento em apoio a Bolsonaro

O colega de Anitta ainda disse que tentou fazer com que o vídeo não fosse parar na web, entretanto, não objete sucesso: “Eu falei com todo mundo, fiz até o impossível. Eu tentei detê-lo pela minha família, não pela minha carreira. Eu não nasci com esse tipo de malícia. Qual o problema com os gays? Não entendo como as pessoas pensam assim, isso não é algo ruim. Se eu dissesse que sou gay, qual o problema? Eu tenho família, tenho minha esposa, gosto de mulheres. Eu respeito todos.”

Assista ao vídeo da entrevista e em seguida veja o clipe de “Muito Calor“:

Suicídio

O suicídio é considerado pelo Ministério da Saúde como um problema de saúde pública, complexo, multifacetado e de múltiplas determinações, que pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero.

Todos os anos, cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio no mundo, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde). No Brasil, uma pessoa morre por suicídio a cada hora, enquanto outras três tentaram se matar sem sucesso no mesmo período.

O assunto é tão complexo que muitas pessoas evitam falar a respeito, o que nem sempre é a melhor decisão. Um problema dessa magnitude não pode ser negligenciado, pois sabe-se que o suicídio pode ser prevenido. Uma comunicação correta, responsável e ética é uma ferramenta importante para evitar o efeito contágio.

Centro de Valorização da Vida

Uma das entidades que ajuda pessoas com pensamentos tristes e depressivos é o Centro de Valorização da Vida, o CVV. A organização existe há anos graças ao trabalho voluntário de centenas de pessoas. O atendimento é gratuito e pode ser feito por telefone e internet. O telefone que tem cobertura para todo Brasil é 188.