Com problema de saúde, Kelly Key poderá passar por cirurgia de emergência

Cantora descobriu um cálculo em sua vesícula

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Kelly Key compartilhou em suas redes sociais que está passando por um momento complicado em sua vida. A musa fitness revelou que descobriu um problema de saúde, que pode acabar resultando em uma cirurgia de emergência.

 “Estou indo visitar o cirurgião geral, porque meus últimos exames deram alterações importantes e eu preciso de uma opinião sobre o que vai rolar”, iniciou ela, que na legenda escreveu: “A gente está considerando uma cirurgia de última hora”, iniciou ela em vídeo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA MAIS: Nick Jonas fala como BTS o ajudou com a pressão que sentia nos Jonas Brothers

“Eu já estava para falar sobre isso desde quando fiz a ultrassonografia, mas não falei o diagnóstico porque tenho família. Tem gente que não contei e queria primeiro falar com eles para que não descobrissem pelos stories, apesar de ser uma cirurgia simples, não é nada mais complicado, principalmente porque não está inflamado”.

Em seguida, ela revelou o problema. Ela descobriu um cálculo em sua vesícula: “Tenho um [cálculo] móvel de 5 milímetros, o que o torna perigosinho. O canal tem mais ou menos esse diâmetro, então uma digestão pouco mais intensa, em que a vesícula precise ejetar uma quantidade maior de líquido, ele pode ficar ali encalacrado”, disse ela, que afirmo que o problema pode ficar ainda pior caso nada seja feito: “E aí poderia gerar algo pior, gerar quadro de pancreatite, enfim”.

A cantora, então, comentou como desconfiou de seu problema: “Comecei com quadros de má digestão e indisposição. Um incômodo abdominal, e achava que era por conta da alimentação – e também era, porque descobri recentemente uma intolerância ao glúten. Mas vou te dizer que não foi fácil de vê-lo. Foi uma coisa de intuição minha. Minha médica que confio, que fiz todas as gestações com ela, fez todo o exame abdominal. Ela viu que estava tudo bem”.

Finalizando, Kelly Key disse: “Mas aí, sabe aquela coisa que vem na sua cabeça? Perguntei: ‘E a vesícula?’. Pensei na minha tia. Ela perguntou se eu tinha histórico familiar, e foi lá mexer de novo. Ela disse: ‘Tem, mesmo um cálculo móvel, pequenino. Por isso que não dava para ver direito’. Por isso que nesses últimos dias passei por uma pesquisa insana com médicos cirurgiões, cirurgiões gástricos, porque se for o caso quero fazer [a cirurgia]”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio