bts
Os rapazes do grupo BTS (FOTO: Reprodução)

Com o aumento mundial de casos do coronavírus, a turnê “Map of the Soul”, do BTS, continua sendo um ponto de interrogação. A empresa Big Hit Entertainment, responsável pelo agenciamento da boyband, afirma estar monitorando a situação enquanto os sete rapazes continuam sua rotina de ensaios tomando todas as medidas de segurança.

As únicas datas canceladas de maneira oficial envolvendo a nova turnê do septeto foram as dos shows que aconteceriam na Coreia do Sul. Em 28 de fevereiro, a Big Hit, anunciou através dum comunicado, que os shows de abertura (nos dias 11, 12 e 18 de abril em Seul) estavam cancelados.

VEJA TAMBÉM: Cantores do BTS relembram momentos difíceis ao gravarem clipe de Black Swan

Embora esperemos que a situação melhore, precisamos levar em consideração a saúde e a segurança de centenas de milhares de convidados, além de nossos artistas, e o terrível impacto que um cancelamento de última hora pode ter sobre fãs de outros países, empresas de produção e funcionários. Assim, determinamos que, com aproximadamente um mês para o início do show de Seul, é inevitável que o show seja cancelado sem demora”, argumentou a empresa.

Já na semana passada, a companhia Live Nation anunciou o adiamento dos shows em arenas até o fim de março para conter o avanço do vírus. O Levi’s Stadium, que seria a primeira parada na etapa norte-americana da turnê do BTS, desde o dia 13 de março — até um novo aviso — permanecerá fechado para quaisquer tipos de eventos.

A Big Hit afirma estar monitorando todas informações sobre a caótica situação e prometeu informar os fãs sobre qualquer mudança na agenda dos cantores. Segundo a imprensa coreana, os funcionários da prestigiada agência começaram a trabalhar de casa. Enquanto isso, os rapazes do BTS seguem ensaiando os vocais e passos de dança, aguardando a situação se normalizar.

Numa recente transmissão no V Live (serviço de streaming da Coreia do Sul onde personalidades transmitem vídeos e conversam ao vivo com os fãs), o cantor RM admitiu sentir muita raiva enquanto que se sente impotente diante desses tempos de cancelamentos e crise. O músico disse ainda que todo grupo está com saudades de se apresentar para o Army (como os fãs da banda se autointitulam).

Demonstrando apoio aos cantores, os fãs subiram a tag #ARMYMissesBTS nas redes sociais pedindo para que os cantores se manifestem nas redes sociais após alguns dias em silêncio. Através de muitas mensagens positivas, muitos fãs também disseram também que o trabalho duro do grupo será recompensado e que os Army também sentem muito a falta dos seus ídolos.