Compositora de Gusttavo Lima e Naiara Azevedo apoia Bolsonaro no 7 de setembro

Publicado em 7/9/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta terça-feira (07), estão acontecendo protestos pró e conta o atual Governo Bolsonaro. Sendo assim, a compositora de hits de Gusttavo Lima e Naiara Azevedo, Waléria Leão saiu em defesa ao atual presidente: “Se minha única opção é um ex presidiário eu fico como estou !!! Não aceito um presidente que faz aliança com países que são contra a liberdade!!!!” A cantora Yasmin Santos, e outros cantores, concordaram com a compositora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Waléria Leão, ganhou o prêmio de melhor compositora pelo WME Awards. Em suas composições, ela tem: “50 Reais”, Naiara Azevedo, “Escândalo de Amor”, Edson & Hudson, “Bebida na Ferida”, Zé Nego & Cristiano, “Amor na Sua Cama”, Felipe Araújo e “Quem Traiu Levou”, Gusttavo Lima.

Compositora de hit do Bruno e Marrone xinga vacina contra a Covid-19

A compositora Fátima Leão, conhecida por escrever sucessos de Bruno e Marrone, Zezé Di Camargo e Luciano, Leandro e Leonardo, e muito mais, criou uma polêmica nesta quinta-feira (22). O motivo? Bom, após tomar a primeira dose da vacina, ela xingou acusando de não fazer efeito, já que se contaminou com o vírus.

Em uma publicação feita em seu Instagram e já apagada, ela postou a foto do seu teste positivo para Covid-19, com a legenda: “Eu tomei a merda da vacina, resultado da primeira dose”. Nos comentários, algumas internautas falaram: “Lamentável sua postura por aqui, vacina boa é vacina no braço”. “Não acredito que sejam palavras de Fátima Leão. Todos sabemos que vacina não impede de contrair o vírus.”

Vale ressaltar que tomar a vacina auxilia na produção de anticorpos para que a pessoa não desenvolva as formas graves da doença mas, que o paciente pode se infectar com o vírus mesmo já vacinado.

Entre uma das maiores composições de Fátima, está o hit “Dormi na Praça”, que consolidou Bruno e Marrone e é um sucesso até os dias atuais. Após a publicação da reclamação, a compositora apagou a mensagem das redes sociais.

Eduardo Costa chama Bruno de “jumento” e defende Marrone

Eduardo Costa concedeu uma entrevista ao Conceito Sertanejo, e não teve papas na língua! Na primeira parte do bate-papo, o cantor defendeu a voz de Marrone, e agora, disse que Bruno é um “jumento”.

Mas calma, vamos te explicar, sem rivalidade aqui! Quando questionado pelo entrevistador qual eram os maiores nomes sertanejos do Brasil, Eduardo disse: “Bruno canta pra caralho”, então o apresentador disse: “Você cantou do lado dele, o que você achou?”, foi então que o músico respondeu: “É um jumento”.

Assista ao momento:

Eduardo Costa afirma que Marrone, dupla de Bruno, é sabotado

A entrevista de Eduardo Costa ao canal Conceito Sertanejo segue rendendo polêmicas. Durante o bate-papo, o astro mineiro fez algumas revelações e expôs sua opinião sobre diversos assuntos – incluindo as músicas da dupla Bruno e Marrone.

Eduardo Costa acredita que Marrone é sabotado nas gravações e que elas não mostram o potencial do sertanejo. “Um dos maiores injustiçados para mim é um dos maiores segunda voz do Brasil, que se chama Marrone. Eu acho o Marrone um dos maiores, se ele fosse ruim eu falava aqui agora”, começou.

“Acho ele injustiçado, na hora da mixagem do disco, quem mixa o disco do Marrone, eu não sei quem faz isso, faz muita sacanagem com ele, diminui a voz dele”, alegou o mineiro.

O cantor opinou que Marrone “briga demais para se mostrar” ao lado de Bruno, voz principal na dupla: “O Marrone briga demais para se mostrar, eu acho uma luta muito grande, sendo que as pessoas poderiam mostrar o Marrone com muita facilidade“.

E ainda completou: “Se você pegar uma música que eu gravei com Bruno e Marrone que chama ‘Você Foi Atriz’, você vai ver a segunda [voz] do Marrone na cara e o tanto que ele canta para carlh*”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio