beyoncé
A cantora norte-americana Beyoncé (FOTO: Reprodução)

No dia 31 de julho, Beyoncé lançará seu filme intitulado “Black Is King” com exclusividade na plataforma de streaming Disney+. Porém, antes do trailer ser lançado no fim de junho, especulações já davam certo o caminho que a estrela seguiria no futuro próximo.

Beyoncé chegou a gravar várias cenas do filme em diversas cidades ao redor do mundo, de maneira quase que escondida. Há notícias em jornais da passagem da famosa por Los Angeles e Nova Iorque, nos Estados Unidos, Londres na Inglaterra e em Matera, na Itália. Em setembro de 2019, a US Weekly chegou a revelar com todas as letras que Beyoncé estava em um set de gravação com uma grande peruca de seis metros e em cima de um cavalo. De fato, está cena aparece no trailer oficial de “Black Is King”.

VEJA TAMBÉM: Vídeos sensuais de Anitta são publicados em site pornô

Outros membros da equipe da queen foram vistos nas redondezas de um presídio masculino na Inglaterra. O casting envolvia “pessoas negras e morenas de diferentes culturas, nacionalidades, etnias, gêneros e idades”. Mais uma dica que sim, pode ser mais uma locação do longa para o álbum “The Lion King: The Gift”.

Beyoncé no trailer de “Black Is King”. (Reprodução: YouTube)

Surgiram boatos de que duas músicas do álbum “The Gift” ganhariam videoclipes: “Brown Skin Girl” e “Already”. O artista africano Shatta Wale afirmou que teria gravado um vídeo com Beyoncé nos Estados Unidos para a música. É bem possível que os singles estejam relacionados no filme que estreia dia 31.

Além disso, recentemente a mãe de Bey disse que terá obras de arte em um projeto da filha: “emprestei para o novo projeto que ela está realizando, e estou olhando minhas paredes vazias. Isso me deixa triste, porque sinto falta de ver todos meus bebês por lá”.

Beyoncé e Jay-Z no trailer de “Black Is King”. (Reprodução: YouTube)

Em um take do trailer de “Black Is King”, Beyoncé e Jay-Z estão de frente para uma grande obra de arte onde anjos dão à artista prêmios Grammys. Se a pintura foi criada exclusivamente para o projeto ou era uma peça que estava na parede da casa da mãe Tina, ninguém sabe, mas de fato há citações a obras de arte.

O conceito

De acordo com a própria Disney+, o filme foi produzido e dirigido pela própria cantora e tem uma “releitura das lições de ‘O Rei Leão’ para os jovens reis e rainhas em busca de suas próprias coroas” e “homenageia as viagens das famílias negras ao longo do tempo em uma história sobre um jovem rei que é guiado por seus ancestrais através de ‘uma jornada transcendente pela traição, amor e identidade própria’”.

Beyoncé no trailer de “Black Is King”. (Reprodução: YouTube)

O novo longa de Beyoncé segue os formatos do “Lemonade”, lançado pela cantora em parceria com a HBO também como um filme e álbum visual.

O álbum “The Gift”

“The Lion King: The Gift” foi lançado em conjunto à nova trilha sonora de “O Rei Leão”, que voltou às telonas dos cinemas ano passado em versão live-action e Beyoncé dublando Nala. O disco contém 27 canções incluindo participações especiais do elenco da nova versão como Donald Glover (Childish Gambino) e James Earl Jones. “Spirit” foi o single promocionado.

Confira o trailer: