Copacabana Palace é multado em R$ 15 mil após show com Gusttavo Lima

Local também foi interditado para eventos por 10 dias

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A prefeitura do Rio de Janeiro decidiu multar o hotel Copacabana Palace em R$ 15.466 por promover uma festa para 500 pessoas na última sexta-feira (14). O evento contou com shows de diversos artistas, como Gusttavo Lima, Ludmilla, Mumuzinho, Alexandre Pires e Dudu Nobre. Também foi determinado a interdição do espaço de festas por dez dias.

Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível notar que as centenas de convidados que estiveram na festa estavam sem o uso de máscaras de proteção facial. Além disso, uma multidão se reúne em volta do palco, desrespeitando o distanciamento social e protocolos de segurança.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Inicialmente, a fiscalização não havia encontrado irregularidades, já que, na entrada do evento, os convidados apareciam de máscara. No entanto, após analisar imagens de dentro da festa, a vigilância sanitária constatou desobediência às medidas determinadas por decreto municipal. A infração foi avaliada como “gravíssima”.

VEJA MAIS: Assumiram? Andressa Suita e Gusttavo Lima estão juntos no Rio de Janeiro

Neste sábado (15/05), após análise de imagens divulgadas pela imprensa e redes sociais, a Vigilância Sanitária constatou desobediência às medidas permanentes e variáveis de proteção à vida”, começa a nota da secretaria.

“Nas referidas imagens foi constatada aglomeração generalizada em frente a apresentação musical caracterizando pista de dança, os convidados não usavam máscara facial e não respeitavam o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os participantes. Na entrada do estabelecimento, as imagens também evidenciaram aglomeração em fila de espera e acesso desordenado ao local”, informa a nota.

Em resposta à CNN, o Copacabana Palace declarou que “foram cumpridas todas as exigências e obrigações legais estabelecidas pelo decreto n° 48.845, publicado em 7 de maio de 2021 no Diário Oficial do Município”. Por meio de nota, o hotel também disse que o “comprometimento com as recomendações das autoridades é um pré-requisito para que os eventos aconteçam“.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio