Coreógrafo de Britney Spears diz: “Ela quer que sua voz seja ouvida”

Brian Friedman falou sobre sua amizade com a artista

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O coreógrafo e amigo de Britney Spears, Brian Friedman, afirmou que a controversa tutela da cantora afetou negativamente a amizade dos dois.

Atualmente, Britney, está em um ‘hiato’ de trabalho auto imposto até que seu pai, Jamie, abre mão de seu controle de 13 anos sobre seu patrimônio e carreira.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E o dançarino Brian, que trabalhou com Britney no auge de seu sucesso no início dos anos 2000, afirmou em uma entrevista com Lorraine da ITV na sexta-feira (30), que seu amiga está ansiosa para “ter sua voz ouvida”.

“Voltamos a 1999 no início da carreira dela. [Ela estava] alegre. Acho que foram os melhores anos, alguns dos melhores anos que tive como performer, viajando pelo mundo e fazendo o que você ama”, disse.

“Eu sei que para ela foi o sonho dela. Ela estava começando a cantar, dançar, se apresentar no palco, ver o mundo, estar em torno de um grupo unido de pessoas com quem ela se apresentaria. Tornamo-nos uma família na estrada. Definitivamente foram os melhores momentos”, disse Brian.

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

“A tutela foi instituída por boas razões no início e acho que foi a decisão certa então e acho que as coisas definitivamente mudaram agora e ela cresceu muito”, ele acrescentou.

“Na minha opinião, se ela é capaz de se apresentar no palco e fazer um show e ganhar todo esse dinheiro, ela deveria ser recompensada com os luxos básicos da vida como dirigir um carro, ter um telefone para ligar para seus amigos, poder estar em um quarto sozinho com alguém como eu“, continuou.

“Eu não estive em um quarto sozinho com ela desde o início de 2000. É virtualmente impossível [entrar em contato com ela] e trabalhamos juntos desde então. Há sempre alguém por perto e você realmente não consegue ter aquele tempo íntimo e pessoal de amizade, como costumávamos. Ela merece isso. Ela merece tomar suas decisões para sua vida pessoal”, contou.

Britney está planejando revelar por que ela entrou com uma petição oficial para remover seu pai Jamie como seu conservador no mês passado para um juiz. E Brian tocou no assunto ao dizer a Lorraine Kelly: “Ela vai falar na próxima audiência. Ela quer que sua voz seja ouvida. Acho que é o melhor para todos”, ele disse.

“Eu sei que seus fãs querem o melhor absoluto para ela e todos estão adivinhando e se perguntando o que ela está pensando e o que ela está sentindo. Então, para ela ser capaz de falar a verdade, isso deixará todos à vontade e podemos parar de nos perguntar o que Britney quer, porque então saberemos”, continuou.

O dançarino de Los Angeles admitiu que havia um ‘brilho’ faltando em Britney nas vezes em que a viu desde que ela estava sob a tutela, mas ele espera que ações recentes ajudem a trazê-lo de volta.

“Quero ver o brilho, o brilho que ela tinha quando começamos a trabalhar juntos. Eu senti falta desse brilho e não vejo esse brilho exato há muito tempo”, o dançarino contou.

‘Definitivamente, houve uma parede que foi erguida e não acredito que seja uma parede que ela ergueu. Foi exatamente essa barreira que foi criada por causa da tutela”, ele disse.

Eu não consegui me conectar com ela. Eu adoraria me conectar”, Brian lamentou.

Brian Friedman e Britney Spears (FOTO: Reprodução Daily Mail)

Em fevereiro, Brian compartilhou uma foto de si mesmo com Britney Spears, ao se juntar ao crescente movimento #FreeBritney que ganhou velocidade nas redes sociais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio