lexa
A cantora carioca Lexa (FOTO: Reprodução)

No último sábado (16), a cantora Lexa fez uma live de grande sucesso no Youtube e decidiu doar as 111 toneladas de alimentos arrecadados durante a transmissão para a escola de samba Unidos da Tijuca, onde é rainha de bateria. As doações são para famílias de escolas do grupo Especial e da Série A do carnaval carioca que ficaram sem emprego devido a pandemia do coronavírus.

“Durante a live arrecadamos 50 toneladas e, depois que acabou, mais 61 toneladas. Lexa teve esse ato de amor e conseguimos arrecadar 111 toneladas. Acho que essa atitude dela de ajudar o Carnaval e as pessoas que não estão conseguindo trabalhar foi muito linda”, explicou Darlin Ferrattry, mãe e empresária da cantora, em entrevista à revista Quem.

“Ela vai doar 20 toneladas para a Unidos da Tijuca, uma tonelada para cada escola de samba do Grupo Especial e mais uma tonelada para cada escola de samba da série A”, continuou.

Conforme Darlin disse, Lexa pensou em ajudar as pessoas que estão sem emprego, como costureiras, ferreiros, carpinteiros e outros membros que trabalham nos bastidores das escolas de samba.

VEJA TAMBÉM: Sexo a três, homens e mulheres: a vida sexual de Janis Joplin

“Ela pensou nas pessoas que estão sem trabalhar e sem conseguir fazer o Carnaval. Ela falou: ‘mãe, precisamos ajudar’. E aí conversamos com o Jorge Castanheira, que é o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) e as cestas vão ser entregues semana que vem. E conversamos também com o Sandro Avelar, presidente do Império Serrano. São muitas cestas, é muita gente que vai receber alimento”, explicou.

Além das pessoas que trabalham diretamente com as escolas de samba, a cantora também repassou 50 toneladas de alimentos para a CUFA (Central Única das Favelas).

“Doaremos mais de 50 toneladas de alimentos para as comunidades, como a Brasilândia, em SP, e tantos outros lugares”, finalizou.