Ariana Grande
A cantora norte-americana Ariana Grande (FOTO: Divulgação)

Após o lançamento de “God is A Woman”, um dos clipes mais artísticos de sua carreira, Ariana Grande começou a colher os bons frutos do novo trabalho.

Com a alta repercussão do novo clipe, o tópico #GodisaWoman acabou permanecendo mais de sete horas entre os trending topics do Twitter e o vídeo alcançou a marca de 4 milhões de visualizações em suas primeiras 5 horas.

Como a crítica especializada teve acesso ao vídeo antes dos internautas, alguns veículos já começaram a publicar suas críticas e comentários sobre o novo trabalho da cantora, confira:

Paper

“‘God Is a Woman’ ousa imaginar um futuro onde o utópico é a realidade. Se alguém pode ajudar a inaugurar uma era de poder feminino divino universalmente reconhecido, este alguém é Sra. Grande”.

Forbes

“A sábia estrela pop de 25 anos parece ir além de sua própria idade e se apresenta no ritmo de seu jogo, apresentando uma das melhores canções pop do verão (se não a do ano)”

Fader

“Após lançar “God Is a Woman” ontem à noite. Ariana Grande lançou o majestoso videoclipe da música, trazendo exigência e pondo”Sweetener” num patamar histórico”

VEJA TAMBÉM: Vagina, Michelangelo e Tarantino: entenda o novo clipe de Ariana Grande

“God Is a Woman” é o mais novo single de Ariana. Lançado há poucas horas, a canção chegou ao topo do iTunes mundial e vem mostrando uma ótima evolução.

A música que é o segundo single da atual fase da cantora, é uma composição dela com o prestigiado produtor Max Martin. Nomes responsáveis por outros sucessos na carreira da cantora, também participam da produção da faixa e são Savan Kotecha, Ilya Salmanzadeh e Rickard Göransson.

“God is a Woman” é a terceira música do álbum “Sweetener” apresentada ao público. O primeiro single “No Tears Left To Cry” chegou a atingir o terceiro lugar na parada Billboard Hot 100 e desde sua estreia em abril permanece no TOP 30 da lista. Já a parceria “The Light Is Coming”, com a rapper Nicki Minaj, foi um single promocional da cantora.