A cantora carioca Anitta (FOTO: Reprodução)

No último dia 31, Anitta deu um importante passo em sua carreira internacional. A malandra foi a primeira brasileira a se apresentar no tradicional evento de Ano Novo da Times Square, em Nova York. No entanto, a conquista da funkeira não comoveu o crítico musical Regis Tadeu.

Ele usou suas redes sociais para publicar um longo texto, onde critica os fãs de Anitta que o marcam em publicações enaltecendo a artista.

“Alguns fãs débeis mentais – um pleonasmo, claro – me marcaram em postagens a respeito do ‘show’ que a sua ‘rainha’ vai fazer em Times Square, repetindo o velho mantra de ‘carreira internacional’. Como estou com uma paciência acima do normal, o tio Regis aqui vai explicar.”, começou o crítico.

Sinceridade dói: a crítica musical de Regis Tadeu | Nonada
Foto: Reprodução

Em seguida, ele explicou que a Times Square é loteada por agências e produtores, que alugam um espaço lá.

“Tenho amigo jornalista que recebeu e-mail de uma agência americana propondo botar o podcast dele em destaque na Times Square. Pagando, obviamente. Portanto, saibam que um dia virá à tona os valores de quanto Anitta GASTOU, GASTA e ainda vai GASTAR para tentar construir uma “carreira internacional”, incluindo aluguel de teatros no exterior para depois fazer matérias para programas da Globo e série ‘mandrake’ para o Netflix. A tal ‘carreira internacional’ serve apenas para que ela assine contratos com ‘delivery de comida’, ‘xampu’ seboso e outras gororobas. ‘Carreira internacional’?HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!”.

VEJA TAMBÉM: Após suposta traição, Marlon fala que “o casamento estava fadado ao fracasso”

No Twitter, os internautas repecurtiram a publicação. “Obra dos marketeiros dela”, disse um. “O plano dela de ter uma carreira internacional é um fracasso retumbante”, criticou outro seguidor.

Confira: