demi-lovato-2
A cantora Demi Lovato (FOTO: Reprodução)

Demi Lovato pediu desculpas por aceitar uma viagem gratuita a Israel, onde foi batizada no rio Jordão.

“Estou extremamente frustrada”, escreveu a estrela pop de 27 anos, criada como cristã, em um Stories no Instagram que foi excluído.

“Aceitei uma viagem grátis a Israel em troca de alguns posts. Ninguém me disse que haveria algo de errado em ir ou que eu poderia estar ofendendo alguém. Com isso dito, desculpe-me por machucar ou ofender alguém, essa não era minha intenção. “

VEJA TAMBÉM: Anitta manda indireta para quem queria “acabar com sua carreira”

Veja abaixo:

Lovato admitiu que não sabia que sua viagem causaria controvérsia, pois não era para ser uma declaração política, e pediu desculpas por não ser “mais educada”. Muitos fãs viram a viagem do cantor de “Sorry Not Sorry” como apoio a Israel em meio ao conflito israelense-palestino em andamento.

Às vezes, as pessoas apresentam oportunidades e ninguém diz a reação potencial que você poderia enfrentar em troca”, continuou ela. “Era para ser uma experiência espiritual para mim, NÃO UMA DECLARAÇÃO POLÍTICA, e agora percebo que machucou as pessoas e por isso sinto muito. Desculpe, não sou mais educado e desculpe-me por pensar que esta viagem foi apenas uma experiência espiritual. “

A cantora de “Sorry Not Sorry” admitiu que foi “contra todos os conselhos” dados por sua equipe e optou por se desculpar publicamente porque parecia “certo” para ela.

“… prefiro ter problemas por ser autêntica comigo mesma do que ficar quieta para agradar outras pessoas”, escreveu ela. “Eu amo meus fãs, todos eles, de todo o mundo.”