Demi Lovato revela ter ficado cega após overdose que quase a matou

Cantora abre o jogo sobre sua luta contra o vício em drogas em novo documentário

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Demi Lovato faz revelações chocantes no documentário “Dancing With The Devil”, que será lançado no próximo dia 23 de março no YouTube. Na obra, a cantora abre o jogo sobre sua luta contra o vício em drogas e as consequências da overdose que quase a matou em 2018.

A artista norte-americana contou que foi declarada legalmente cega no hospital após a overdose e que sua visão estava tão prejudicada que ela não conseguia enxergar sua irmã ao lado da cama.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com o site TMZ, no documentário, ela revela que não pode dirigir por ainda ter “pontos cegos” em sua visão.

Em uma recente recente entrevista ao The New York Times, Demi Lovato disse que levou dois meses para recuperar a visão o suficiente para conseguir ler um livro de novo.

Assista ao trailer do documentário:

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

Demi Lovato sofreu abuso sexual na noite de sua overdose

Na noite desta terça-feira (16), o The New York Times soltou diversas informações sobre o novo documentário da cantora. Segundo o jornal, na noite em que Demi sofreu uma overdose que quase a matou, ela também foi vítima de abuso sexual. “O traficante que lhe trouxe heroína naquela noite a agrediu sexualmente e a deixou à beira da morte”.

Durante overdose, a cantora sofreu um ataque cardíaco e três derrames, que causaram danos cerebrais.

Demi Lovato em cena do documentário “Dancing With The Devil” (FOTO: Reprodução)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio