Descubra porque Amado Batista está vendendo suas fazendas por R$ 350 milhões!

O músico está vendendo duas fazendas: Sol Vermelho e Buritizal

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Amado Batista está atualmente vendendo suas fazendas, em Cocalinho, no Mato Grosso, por R$ 350 milhões. Contudo, a explicação para isso seria uma dívida milionária do cantor.

Segundo informações do Movimento Country, o que poderia estar motivando a venda das duas fazendas de Amado Batista seria a multa de R$ 1 milhão do IBAMA, por causa do desmatamento no município de Cocalinho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As fazendas do cantor, juntas, têm cerca de  35 mil hectares e vêm com 20 mil cabeças de gado. 

(FOTO: Reprodução TV e Famosos)
(FOTO: Reprodução Compre Rural)
(FOTO: Reprodução Compre Rural)

Conhecidas como: fazendas Sol Vermelho e Buritizal estão sendo anunciadas em alguns sites imobiliários, e segundo as informações disponíveis, uma delas, tem 11 quartos, e a outra, que conta com um lago na porta da casa, tem 4.

(FOTO: Reprodução TV e Famosos)

Na fazenda, ainda há uma casa para 40 funcionários, e no lugar ainda tem uma churrasqueira, campo de futebol, quatro pistas de pouso de avião e também lagos para pesca. 

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

Amado Batista inclusive uma música intitulada de “Sol Vermelho”, assim como uma de suas propriedades. A faixa do cantor fala sobre a saudade de sua terra.

As fazendas do músico que são localizadas no Rio Araguaia, são bem conhecidas na região.

(FOTO: Reprodução TV e Famosos)

Elas também vêm com nove tratores, uma retroescavadeira e um caminhão.

(FOTO: Reprodução TV e Famosos)

As fazendas do músico chegaram a servir de abrigos para participantes de rallies, e no ano passado o artista chegou a pagar R$ 60 mil em indenização, porque um dos filhos de um de seus funcionários morreu em um acidente de trabalho.

Sol Vermelho e Buritizal têm 35% de área de reserva legal. E em 2014, Amado foi condenado a pagar R$ 1,24 milhão em multas para o Ibama, devido o desmatamento ilegal na região.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio