Descubra porque brasileiro famoso não quis fazer parte do Guns N’ Roses

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Você já se imaginou fazendo parte de uma grande banda internacional? Bom, Iggor Cavalera, ex-baterista e um dos fundadores do Sepultura, sim. No final da década de 1990, a equipe de Axl Rose convidou o músico para se unir ao Guns N’ Roses, e ele recusou.

Em um bate-papo com o canal Heavy Talk do Youtube, o brasileiro falou: “Eu não diria que achei que era uma roubada [entrar no Guns N’ Roses]. Eu estava super focado na época e [o convite] foi bem quando o meu irmão [Max Cavalera] saiu da banda. Eu estava querendo continuar a história com o Sepultura“.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Iggor Cavalera (FOTO: Reprodução)

VEJA MAIS: Românticos! Anitta e Lipe Ribeiro aproveitam viagem luxuosa em Punta Cana

O baterista relembrou como aconteceu: “Chegou esse telefonema e achei muito legal os caras terem pensado em mim, mas eu não topei. Do jeito que estava indo as minhas coisas aqui, não tinha como eu parar o que estava fazendo para entrar no Guns N’ Roses. Até mesmo porque não sou fã do Guns, então seria uma coisa que eu iria fazer pela experiência ou por qualquer outro tipo de coisa.” 

Iggor Cavalera ainda revelou que não ter aceito o convite da banda foi a melhor decisão que tomou, porque após o telefonema eles demoraram anos para lançar o álbum ‘Chinese Democracy’ (2008). 

“Parece que o meu radar estava bom porque demorou quase 20 anos para sair o disco dos caras. Então, se eu tivesse parado tudo para fazer [ir para o Guns], eu ia ficar muito tempo na geladeira”, finalizou. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio