cardi b

Recentemente, Cardi B foi eleita a ‘Mulher do Ano’. Pois bem, há alguns dias, a musa recebeu seu prêmio durante o evento virtual ‘Women in Music’ da Billboard. A escolhida para entregar o troféu para cantora, foi Tamika Palmer, mãe da falecida Breonna Taylor, que foi assassinada pela polícia no início deste ano. Palmer inclusive elogiou a musa pelo apoio que deu à causa de sua filha.

Uma das mais declarados defensores da justiça de Breonna nos últimos nove meses foi Cardi B. Desde o início, Cardi usou sua plataforma para espalhar a verdade sobre o que aconteceu com Breonna e para reafirmar que a vida das mulheres negras é importante. O impacto de Cardi B vai muito além da música. É por isso que estou tão orgulhosa e honrada em apresentar o troféu Mulher da Billboard Prêmio do Ano para a Srta. Cardi B.

VEJA TAMBÉM: Ex de Biel culpa mãe do cantor por seu comportamento: “Sinto pelo que sua mãe fez com você com apenas 13 anos”

Ao receber o troféu, a cantora falou um pouco sobre o ano de 2020: “Este ano, no que diz respeito à música, tinha tantas coisas planeadas. Tinha tantos projetos que queria lançar. Infelizmente, devido ao COVID, não consegui fazer o visual da forma que queria. bagunçou meu espaço criativo. Acho que todo mundo este ano foi apenas bagunçado.”

“Estou muito grata pela música que eu realmente lancei este ano, que foi ‘WAP’ com Megan Thee Stallion, não só foi uma música incrível que quebrou tantos recordes, mas foi uma conversa que eu nunca pensei que ia ser tão grande. Isso irritou um bando de republicanos sem motivo. Você sabe o que estou dizendo, foi simplesmente estranho.”