djonga
O músico mineiro Djonga (FOTO: Reprodução)

Nesta segunda-feira (7), o rapper Djonga está dando o que falar na web. Tudo porque no último sábado, o rapper realizou um show no Rio de Janeiro e as imagens de aglomeração chocaram os internautas.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o vídeo que viralizou nas redes sociais mostra o evento lotado de pessoas. O rapper inclusive chega a entrar em contato com o público, subindo no ombro de um fã.

Em uma live feita em seu Instagram, o artista resolveu se posicionar pela primeira vez sobre o ocorrido. Enquanto recebia diversas mensagens de apoio nos comentários, ele afirmava que queria “trocar uma ideia sincera” com os fãs.

Eu não consigo, na pressão, chegar e concordar com tudo que me é falado… ou ter que mudar um ponto que eu tenha falado simplesmente por que eu to na pressão“, disse.

Ao ler um fã dizendo que “a galera só quer encher o saco”, Djonga discordou e completou: “A galera muitas vezes se sente no direito e na vontade de falar o que elas sentem e acreditam“.

Mas eu não acho que na pressão nós vamos simplesmente mudar de ideia. Eu peço desculpa, como se isso adiantasse alguma coisa. Se, de fato eu estiver errado, não é simplesmente pedir desculpa. Não é isso que resolve as ‘parada’“.

Em seu Twitter, que atualmente encontra-se desativado, o rapper disse: “Acho estranho a favela só pode se fuder e não poder curtir“. E ainda completou: “A favela pensa e sabe tomar decisões, ainda que vocês não concordem com elas“.

O show foi pra galera que só trabalha e se fode e está exposta a um milhão de merda o tempo todo, e que não teve o direito de parar, acho estranho a favela só poder se fuder e não poder curtir“, escreveu.

VEJA TAMBÉM: Simone, dupla de Simaria, revela detalhes sobre prisão: “Muito torturante”

O rapper se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter e dividiu opiniões: enquanto muitos desaprovaram a postura do rapper, alguns admiradores de Djonga apontaram a hipocrisia de quem está criticando.

Veja a repercussão: