drake
O rapper canadense Drake (FOTO: Reprodução)

Drake se tornou a mais recente celebridade a condenar a violência policial contra negros após a morte de George Floyd. Os manifestantes tomaram as ruas nas cidades ao redor do mundo – incluindo Londres, Nova York e Los Angeles – em meio à fúria pela morte por asfixia de Floyd depois que um policial branco de Minneapolis manteve o joelho no pescoço dele por vários minutos.

No final de semana, Drake surpreendeu fãs ao compartilhar um poema da ativista Assata Shakur em tributo ao George Floyd na sua página. Desafiado pelo seu aliado Mustafa a fazer doação para a ONG National Bail Out, que luta para tirar afro-americanos da prisão em casos questionáveis, o canadense resolveu topar o desafio e fez uma transferência de nada menos que 100 mil dólares (mais de R$500 mil) para a instituição. As informações foram confirmada pelo site RepublicWorld.

Outro canadense que entrou na onda de doações na madrugada desta terça-feira (dia 2), foi o cantor norte-americano The Weeknd que fez uma doação de meio milhão de dólares para ONG’s alinhadas com o movimento Black Lives Matter. Ao todo, 200 mil dólares desse valor foi repassado para a instituição Black Lives Matter Global Network, enquanto outros 200 mil foram para o projeto Know Your Rights liderado por Colin Kaepernick. Por fim, 100 mil foram destinados aos projetos assistidos pela National Bail Out.

VEJA TAMBÉM: Katy Perry diz que filha mostrou dedo do meio em ultrassom: “Essa é a minha garota”

“Continue apoiando nossos irmãos e irmãs por aí arriscando tudo para batalhar por mudanças pelas nossas vidas negras. Estimulando todos com bolsos grandes a contribuírem e contribuírem muito, e se você tiver menos, por favor, dê o que pode, mesmo que seja uma menor quantia #blacklivesmatter”, declarou The Weeknd compartilhando links para doações.

No polêmico caso que causou comoção nacional nos EUA, o cidadão George Floyd foi morto por um policial de Minnesota, Derek Chauvin, após o policial lhe pressionar com o joelho no pescoço. Um vídeo de celular mostra o policial, que é branco, segurando Floyd por alguns minutos enquanto Floyd reclama que não consegue respirar. Floyd morreu pouco tempo depois em um hospital local.

Confira o violento vídeo do momento da prisão de Floyd: