Dupla sertaneja se retrata e altera letra de música transfóbica

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A dupla Pedro Motta e Henrique – acusada de transfobia após o lançamento do single Lili na última sexta-feira (18) – decidiu alterar a letra da canção, dada a enorme repercussão negativa que a faixa teve na web.

Veja a nota emitida pelos sertanejos:

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Quando a gente pensou em lançar essa música, de forma alguma a gente veio denotar qualquer tipo de preconceito. A gente queria usar a música para gente poder exaltar e evidenciar o amor através dela. E como somos leigos no assunto, nós não conseguimos alcançar os nossos principais objetivos. E diante a tudo isso, durante os últimos dias, a gente parou, meditou um pouco, para conhecer melhor sobre o assunto, para que pudéssemos expressar melhor a fim de demonstrar esse amor que a gente tanto queria. E podemos pontuar também que a falta de conhecimento gerou diversas situações.”

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

Na tentativa de demostrarem conscientização, os artistas também acrescentaram que neste ano houve um aumento de 90% de assassinatos de pessoas trans em relação ao ano anterior, conforme dados da  Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA).  

Após a retratação, Pedro Motta e Henrique apresentaram a nova versão da música Lili:

Depois de um mês de namoro apaixonado

Aconteceu o nosso love gostoso dentro do motel realizado

Descobri toda a verdade e nem estou preocupado

Agora entendo porque ela demorou para fazer amor

Mas pra mim, amor, sexo não tem gênero e cor

Beijei sua testa e falei:

“Bebê, fica tranquila, você pra sempre será minha menina” 

Oh, Lili, oh, Lili

Não precisa esconder de mim

Oh, Lili, oh, Lili 

O amor da minha vida é uma travesti

Veja como era a letra anterior:
“Depois de um mês de namoro apaixonado, iludido e bobo dentro de um motel chorando arrasado acabei de descobrir que eu fui enganado/ Agora eu entendo por que ela não queria fazer amor, uma voz feminina, uma pele macia me enganou tão bem/ Depois de uma farra embriagada, ela se entregou, só que ela não tinha o que mulher tem/ Ô, Lili, ô, Lili, por que você mentiu para mim? O, Lili, ô, Lili, o amor da minha é um travesti”.

O clipe oficial com a primeira versão polêmica já aparece como “não listado” no YouTube. Isso significa que o link para o clipe ainda funciona, mas não aparece mais nos resultados de busca da plataforma.

https://youtu.be/uB7R9ULdPgk

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio