ivete sangalo
A cantora baiana Ivete Sangalo (FOTO: Reprodução)

Ivete Sangalo foi convidada de Gilberto Gil no programa do cantor no Canal Brasil. A baiana discutiu assuntos importantes na atração intitulada Amigos, Sons e Palavras. Entre os temas abordados esteve em pauta a intolerância religiosa e o posicionamento político de artistas.

As pessoas ficam tão cegas em torno do próprio umbigo que elas não querem perceber a própria necessidade de serem aceitas dentro da sociedade”, declarou a cantora que recentemente participou do disco intitulado “Obatalá – Uma Homenagem à Mãe Carmem”, projeto que presta uma homenagem às canções do candomblé. O projeto conta com 17 canções e a participação de nomes como a do próprio Gil, Carlinhos Brown, Daniela Mercury, Margareth Menezes e Gal Costa.

A estrela baiana que frequentemente é cobrada por não se posicionar politicamente, explicou que acredita que muita gente se posiciona somente para se exibir.“Fazer para mostrar ao outro é um erro, minha gente. É como fingir que está gozando, sacou?”, declarou Ivete Sangalo, mesmo reconhecendo a importância da discussão. “As discussões são importantes para trazerem à luz uma série de questões, sim. Mas hoje as pessoas falam mais do que fazem as coisas”. A artista opinou também a respeito do preconceito sexual na sociedade brasileira.

VEJA TAMBÉM: MC Gui é acusado de maltratar outra criança com câncer

Onde mora a nossa ignorância? A gente sabe que vai morrer e perde um tempo da p*** dizendo: ‘Você é gay’, ‘Você é do candomblé’.… Para com isso e vai viver! Para de perder tempo“, concluiu.

POSICIONAMENTO

Na época das eleições presidenciais no ano passado, internautas resgataram nas redes sociais uma antiga entrevista de Ivete Sangalo ao jornalista Amaury Júnior onde a cantora revela que acredita que artistas não devem dar suas opiniões em assuntos relacionados à política. No vídeo, a baiana conta que acha que artistas não devem dar suas opiniões em assuntos que não conhecem e que considera tal atitude uma irresponsabilidade.