Ed Motta tira barba após 30 anos por causa do novo coronavírus

Publicado em 14/6/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O cantor, compositor e instrumentista Ed Motta resolveu radicalizar o visual por um motivo é nobre: o músico tirou a barba que mantinha há mais de 30 anos para ajudar na prevenção ao coronavírus. O objetivo é vedar melhor suas máscaras, e assim, seguir protegido da Covid-19.

O músico, contudo, admitiu que ainda não se acostumou e chegou a se comparar com o Anderson do Molejo: “O visual na minha imaginação e vontade lembra: Kojak, Otto Preminger, Isaac Hayes, Kirk Lightsey, Lex Luthor, Yul Brynner. A realidade: Meu chapa do Molejo, Marcelo Tas, Karnal, Pondé… Cara de intelectual de ocasião… Que a barba volte logo meu Deus, tá brabo”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No sábado (12), Ed Motta foi até o Parque Olímpico do Rio tomar a primeira dose da vacina e fez uma pequena homenagem ao SUS. “Doeu? Doeu não rapaz, é mais o medo. Tive a benção da 1a dose da vacina hoje, fui vestido para um voo a Saturno. Raspei barba e cabelo para melhor vedação da máscara que, exagerado como sempre fui, usei 3 N95 da 3M, e uma azul imitando a N95 para fechar o sanduíche de 4 máscaras. E também um face shield a la ‘Perdidos No Espaço’ e um óculos de moto. Não raspo minha barba há 30 anos, tá esquisito, mas foi por prudência. Longa vida ao SUS (soa um acorde Sus-4 na minha cabeça) Longa vida à saúde pública brasileira!”.

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio