Ed Sheeran
O cantor britânico Ed Sheeran (FOTO: Divulgação)

Após participações no filme “O Bebê de Bridget Jones” e na série “Game of Thrones”, parece que Ed Sheeran gostou da ideia de estar em frente das câmeras. O cantor britânico irá interpretar uma versão ficcional dele mesmo no próximo projeto do prestigiado diretor inglês Danny Boyle, responsável pelos filmes “Trainspotting” (1996) e “Quem Quer Ser Um Milionário” (2008).

A comédia que será um musical, ainda sem título, tem roteiro de Richard Curtis, que escreveu as comédias românticas “Quatro Casamentos e um Funeral” (1994) e “Um Lugar Chamado Notting Hill” (1999). O filme contará a história de um cantor e compositor que um belo dia acorda e descobre ser a única pessoa no mundo que se recorda dos Beatles.

Sheeran será quem descobre esse artista e o convidara para que os dois façam uma turnê juntos. O desconhecido então se torna muito maior que o ruivo ao apresentar ao público diversas canções da banda de Liverpool como se fossem suas. “Sim, é bem esperto”, disse Sheeran sobre a história para a Associated Press.

Ed Sheeran já filmou as suas partes no início deste ano entre um show e outro de sua turnê. “Foram dois meses muito intensos”, revelou, lembrando que ele passou quatro dias fazendo shows e outros três filmando. “Eu estava fazendo o papel de mim mesmo, então eu acho que não fui de todo mal”, brincou, dizendo que dada as circunstâncias, não havia muito que ele pudesse “estragar”.

“Foi a primeira vez que eu tive que aprender como atuar. Em ‘Game of Thrones’ e esses outros projetos, eu simplesmente aparecia um dia e nós brincávamos um pouco. Dessa vez tive dias completos de trabalho, 12 horas de gravação” explicou o cantor.

O protagonista impostor será interpretado Himesh Patel, novato saído da novela britânica “EastEnders”. A atriz Lily James (“Mamma Mia! Lá Vamos Nós de Novo”), Kate McKinnon (“Caça-Fantasmas”) e Ana de Armas (“Blade Runner 2049”) completam o elenco. O projeto tem previsão de estreia para setembro de 2019 no Reino Unido.

E o Ed Sheeran que casou com a namorada de adolescência e ninguém ficou sabendo?

Ed Sheeran deu uma entrevista à revista “Entertainment Weekly” para divulgar seu documentário “Songwritter” lançado exclusivamente pela Apple Music nesta terça-feira (dia 28). Nesta mesma série de conversas para promover o novo projeto, Ed acabou surpreendendo os fãs e a imprensa ao confirmar que está casado.

O cantor conseguiu se casar com Cherry Seaborn, sua amiga e paixão de adolescência, despistando os fãs e a mídia, que não ficaram sabendo do fato. Numa entrevista em vídeo para o Access Hollywood, um jornalista questionou ao cantor se ele já tinha uma data para casar-se com a namorada. Ed Sheeran fez uma pausa e timidamente apontou para uma aliança em seu dedo. O entrevistador entendeu o simples gesto e parabenizou o cantor.

Confira abaixo:

“Eu nunca faço nada muito público mesmo”, revelou Ed quando o jornalista perguntou como ele conseguiu esconder o fato dos fãs e da mídia.

Nos bate-papos com a imprensa, Ed Sheeran revelou também que não vê a hora de fazer uma parceria com ninguém menos que Drake. O cantor britânico revelou, em uma entrevista à revista “Entertainment Weekly”, que uma colaboração entre eles dois “precisa acontecer logo”.

VEJA TAMBÉM: Novo álbum de Adele pode chegar antes do esperado

“Acho que a essa altura, eu e Drake precisamos fazer algo. Sinto que isso tem que acontecer algum momento”, comentou na entrevista, elogiando a maneira como o canadense conduz a carreira. “Eu observei a forma como Drake faz: ele lança esses álbuns que fazem um sucesso gigantesco, mas no meio deles projetos que ele não chama de ‘álbuns’, e daí não importa quão bem eles vão nas paradas” afirma.

Drake realmente preencheu o intervalo entre os seus discos “Views” (2016) e “Scorpion” (2018) lançando a “playlist” “More Life”, que chegou a emplacar nas paradas musicais faixas como “Fake Love” e “Passionfruit”.

O cantor revelou que planeja tirar um tempo de folga, após um ano movimentado em que continuou com sua turnê mundial. De acordo com o artista, essas “férias” podem ser usadas para projetos paralelos incluindo um musical.