Eddie Van Halen é cremado três semanas após sua morte; cinzas ficaram com filho

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em outubro, Eddie Van Halen, lendário guitarrista e co-fundador do Van Halen, morreu após uma longa batalha contra o câncer na garganta. E, de acordo com o TMZ, ele foi cremado.

O tabloide informa que os desejos do artista eram que suas cinzas fossem espalhadas no oceano perto de Malibu, a cidade costeira do sul da Califórnia onde ele morava. Após a cremação, quem recebeu as cinzas foi seu filho, Wolfgang.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Eddie Van Halen faleceu no Hospital St. Johns em Santa Monica. Sua esposa, Janie, estava ao seu lado, junto com seu filho, Wolf Van Halen, e Alex, irmão e baterista de Eddie.

VEJA TAMBÉM: Liniker estrelará série inspirada em sucesso de Vanusa para a Amazon

Eddie lutava contra o câncer há mais de uma década. O guitarrista estava voando entre os EUA e a Alemanha por 5 anos para receber tratamento de radiação.

Embora tenha fumado inveterado por anos, ele acredita que desenvolveu câncer na garganta por causa de uma palheta de metal que costumava segurar na boca há mais de 20 anos.

Mesmo assim, ele continuou a frequentar shows e ensaiar música com seu filho, Wolf Van Halen, que – se você não sabe – se tornou o baixista do Van Halen em 2006.

FOTO: Reprodução
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio