Eduardo Costa
O cantor mineiro Eduardo Costa (FOTO: Reprodução)

O cantor Eduardo Costa revelou em entrevista ao programa Morning Show, da rádio Jovem Pan, que se arrependeu de ter feito campanha para Jair Bolsonaro durante as eleições de 2018. Já à coluna do jornalista Leo Dias, o sertanejo explicou, porém, que não se arrependeu de ter votado em Bolsonaro, mas apenas de ter sido cabo eleitoral do atual presidente.

“As pessoas distorcem o que a gente fala. Eu não disse que me arrependi de ter votado no Bolsonaro. Mas eu me arrependo de ter me envolvido nisso e ter dado a minha cara a tapa sobre o assunto. A única coisa da qual me arrependo é de ter feito campanha”, revelou o artista em entrevista à coluna.

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

Ele ainda acrescentou: “Agora para e imagina para gente que estava começando. Quando eu estava começando a minha carreira, o Lula foi um grande presidente. O primeiro mandato dele foi bom para todo mundo. Daí eu votei no segundo mandato também. Votei na Dilma no primeiro mandato também. Acho que nós não podemos fazer uma só avaliação”.

“Acho que naquela época o Lula foi um grande presidente e ajudou muito a quem estava iniciando as suas carreiras. As pessoas que eram pequenas e precisavam de dinheiro para trabalhar, sabe? Eu não tenho um partido político. Eu não sou um ‘torcedor’ de partido político. Se tiver de escolher alguém para votar, não vou optar por causa partido e sim pela pessoa, entende?”, concluiu.