Eduardo Costa
O cantor mineiro Eduardo Costa (FOTO: Reprodução)

O cantor sertanejo Eduardo Costa, era um dos artistas confirmados nas gravações do DVD de 30 anos de carreira do cantor Reinaldo (ex-vocalista do Terra Samba). Porém, sem qualquer aviso prévio o músico mineiro faltou no evento, após anunciar inúmeras vezes sua participação.

O show com as gravações do projeto audiovisual, chamado “Buteco Elétrico do Reinaldinho” ocorreu na terça-feira (dia 3) na cidade de Belo Horizonte, e contou também com participações de Compadre Washington, Salgadinho, entre outros artistas. Todos os músicos participaram por sua amizade de longa data com o sambista e não receberam cachê. Eduardo chegou a gravar vídeos mandou até o seu segurança pessoal ao local das gravações, mas no momento de subir ao palco não apareceu. “Até agora nenhuma posição. Nada. Para resumir: falta de respeito. Esta frase define tudo”, declarou Reinaldo ao blog do Leo Dias do UOL.

Os assessores de imprensa de Reinaldo chegaram a dar maiores detalhes: “O segurança dele chegou sozinho ao local. Já achamos estranho, mas ele disse que o Eduardo já estava vindo. Ele não chegou, não deu notícias, não falou nada. Tem até vídeos do Eduardo Costa falando que participaria, mas ele não deu nenhuma satisfação até agora.”

VEJA TAMBÉM: Veja o trailer da série de Marília Mendonça que será exibida pela Globo

Eduardo Costa se pronunciou por meio de sua assessoria, sobre a ausência, enviando a seguinte explicação: “O Eduardo não conseguir participar por conta de uma gravação do Faro [Programa do Rodrigo Faro, da Record] em Abre Campo [Minas Gerais]. Inclusive, ele já se colocou à disposição para gravar em estúdio ou até mesmo participar de um clipe.”

Porém, o empresário de Reinaldo, Flávio, não concorda com o argumento de que as gravações para o programa televisivo da Record TV ocorressem no mesmo horário do compromisso com o DVD de Reinaldo. “A gravação aconteceu durante o dia. O evento começou meia noite. Ele cantaria 2h da manhã. Enfim, não nos deu nenhuma satisfação. Esta gravação do DVD já estava programada e agendada faz tempo. O Faro veio bem depois e poderia ter sido gravado em qualquer data. Nem para pegar o telefone e pedir desculpas ao Reinaldo ele fez, total falta de respeito.”