Eduardo Costa
O cantor mineiro Eduardo Costa (FOTO: Reprodução)

Eduardo Costa abriu o jogo mais uma vez, mas desta vez ele falou sobre política. Declarado um apoiador de Bolsonaro, o cantor explicou que agora mudou de ideologias, prefere ser neutro e consegue ver coisas boas na política de esquerda. A declaração foi dada nesta quinta-feira (19), durante entrevista coletiva de divulgação da live que o sertanejo fará no sábado (22), a partir das 21h, com transmissão ao vivo realizada por meio de seu canal oficial no YouTube.

O cantor explicou que começou a questionar suas ideologias, percebeu que as ideias de esquerda fazem sentido e que agora prefere se manter neutro, mostrando assim, um descontentamento na preferência de Bolsnaro: “Hoje não tenho mais uma ideologia, sou um cara neutro. E não por causa das pancadas que tomei, mas porque eu comecei a olhar o outro lado”.

jair bolsonaro
(FOTO: Reprodução)

Mais centrado, Eduardo Costa disse que na quarentena ficou fazendo um balanço de suas atitudes e que agora opta pelo caminho do meio. “Aprendi que nós não devemos ser pessoas extremistas. Quando você entra no meio político, e é extremo, você é um bobo. Nós precisamos ser pessoas equilibradas e eu fui um desequilibrado naquele momento. Todas as pancadas serviram de aprendizado”.

LEIA TAMBÉM: Cardi B surge com filtro temático ouvindo “Cobra Venenosa” de Ludmilla

Quando me coloquei no lugar das pessoas, descobri que o errado era eu”, disse. “Hoje eu acho que tem muita coisa que a esquerda fez, que foi maravilhoso para o desenvolvimento do país. Assim como eu também acho que tem muita coisa que a direita faz que também é maravilhoso para país. E que tudo isso serve para o nosso crescimento, para aprendermos que nós temos de ter tolerância. Às vezes a gente pensa que sabe mais que todo mundo. Mas, quando me coloquei no lugar das pessoas, descobri que o errado era eu”, revela.