Eduardo Costa
O cantor mineiro Eduardo Costa (FOTO: Reprodução)

O cantor sertanejo Eduardo Costa não doou e também não pretende doar R$ 2,5 milhões para o SUS (Sistema Único de Saúde), para contribuir no combate à pandemia de coronavírus. Quem assegurou tal fato foi o jornalista Ricardo Feltrin nesta sexta-feira (dia 27) em contato com a assessoria de imprensa do cantor.

Segundo representantes do sertanejo, o músico decidiu conversar com empresários para ajudar na compra de respiradores, porém ele nunca chegou a declarar que faria a doação milionária do próprio bolso. O astro sertanejo causou grande repercussão nesta semana, após publicar um vídeo criticando famosos como Rodrigo Faro e Luciano Huck e que bateram “palminha para funcionários da saúde” ao invés de ajudar diretamente os problemas no país causados pela pandemia.

VEJA TAMBÉM: Eduardo Costa defende o fim da quarentena: “Vai morrer mais gente por suicídio”

“Hipócritas”, declarou. “Luciano Huck, Rodrigo Faro, outros apresentadores aí… Tem outros, (mas) tô falando os que eu vi aqui. Faro é meu amigo, mas vou falar pra vocês: não vamos ser hipócrita, não, gente. Quem quiser reconhecer o valor dessas pessoas faz uma campanha em todo Brasil para melhorar o salário delas, pra trazer uma vida digna”, disse.

Eduardo Costa foi enaltecido por muitos internautas, que elogiaram sua virtuosa atitude de doar R$ 2,5 milhões aos centros de saúde pública. Porém, a doação individual nunca ocorreu e não irá ocorrer. Vale lembrar, que famosos como Antonio Fontenelle já duvidavam da doação milionária do mineiro, como antecipou o colunista Leo Dias, do UOL.