Eduardo Costa
O cantor mineiro Eduardo Costa (FOTO: Divulgação)

O cantor mineiro Eduardo Costa surpreendeu ao revelar que teve um prejuízo milionário por declarar apoio a Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2018.

Numa entrevista ao jornalista Leo Dias, do UOL, o músico explica que mesmo assim acredita que não errou ao apoiar o político do PSL.

“Perdi muito show. Tomei um prejuízo com o Bolsonaro de quase R$ 5 milhões só pelas coisas que eu falei na época. Eu fazia cerca de 145 a 150 shows por mês. No ano passado, fiz só 90”, revelou Eduardo Costa ao apresentador do Fofocalizando.

Ainda segundo o artista, neste ano, a situação voltou a entrar nos eixos, contudo a quantidade de shows segue menor por uma opção do próprio cantor. “A queda foi pelas posições política. Mas em 2019, eu estou estourado. Também optei por fazer menos shows. Não quero fazer mais que 10 ou 12”, explicou.

VEJA TAMBÉM: Confira os cachês mais caros no mundo do sertanejo; valor chega a R$600 mil por show

Com grande fama de “mulherengo”, o sertanejo também contou que já foi viciado por sexo, e fez revelações sobre seus relacionamentos. Eduardo chegou a ter uma relação com Helen Ganzarolli até 2013, mas os dois romperam após rumores de traição. Perguntado por Leo Dias, o sertanejo assume que chegou a traí-la uma vez. “Relacionamento é sorte. Hoje eu não traio mais, eu já trai pra c******”, revelou.

A idade vai cobrando da gente. Quando eu tinha 25, eu era um obcecado por sexo. Não era sexo com uma. Já aconteceu com dez em um dia”, declarou, sem deixar de mencionar o quanto se arrepende. “Eu me arrependo profundamente. Comecei a ver que minha espiritualidade estava baixando. Hoje eu acho horroroso“, admitiu.