Eduardo Costa
O cantor mineiro Eduardo Costa (FOTO: Reprodução)

Em turnê pelos Estados Unidos, o cantor mineiro Eduardo Costa se envolveu em mais uma confusão! Num show realizado em Danbury, nos Estados Unidos, o artista mineiro tentou colocar panos quentes numa briga e resolveu parar sua apresentação para resolver a situação. Na ocasião o artista afirmou:

“Mais uma vez tem outro rapaz alterado ali. Vamos olhar pra ele, aquele ali de cabelo cacheado. Ele tá querendo chamar atenção. O cara com uma mulher gostosa igual essa, querendo brigar em festa. Isso deveria arrumar um homem. Vou fazer o seguinte: Tim, meu segurança, tira ele pra mim, por favor. Resolve aqui pra mim. Pode pegar ele. A moça pode deixar, o rapaz você leva. Tira ele e dá uns tapas ali pra mim, por favor“.

Com a grande repercussão do vídeo, Eduardo Costa compartilhou uma postagem em seu Instagram defendendo sua própria atitude:

VEJA TAMBÉM: Lady Gaga bate recorde de Whitney Houston nas bilheterias mundiais

“Boa tarde gente, como vocês estão? Todo mundo bem? Olha, tô sabendo que tá tendo uma “fofocaiada” aí no Brasil, falando que eu mandei o segurança bater num cara, agredir um cara no show e não é mentira não, é verdade. O cara vai pro show, começa a brigar no meio do público, começa a empurrar as pessoas. Lá no meio do público tinha senhoras, senhoras de idade, pessoas de bem, que vão pro show para se divertir, aparece um cidadão bêbado, louco, empurrando, jogando bebida nas pessoas, jogando coisas em cima do palco e isso não é bom. Então eu pedi pro segurança tirar ele e de fato dar nele uns tapas que ele merecia, pra te falar a verdade ele merecia ir pra cadeia e ser deportado…”, afirmou Eduardo Costa que entrou em uma briga judicial com a apresentadora Fernanda Lima após ofendê-la.

“Em show não é lugar de brigar e é uma tristeza a gente ver pessoas que ainda saem de casa despreparadas pra poder estar em ambiente que tem outras pessoas, é uma tristeza. Nós viemos aqui nos EUA trazer alegria, trazer um pouco do Brasil pra esse pessoal que tá aqui, esse pessoal tão trabalhador, pessoal tão humilde. A maioria das pessoas que estão aqui são pessoas de bem, aparece um cidadão bêbado, louco, parece até que estava drogado pra poder aprontar em show, lá não é lugar disso, tá afim de brigar? Lá ele vai arrumar, não com as pessoas que estão lá, mas com os seguranças que estão lá, porque o segurança está lá para isso”, concluiu o músico.