Elba Ramalho promete processo contra quem fez festa em sua casa; entenda!

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A polícia foi até a uma propriedade de Elba Ramalho na noite desta terça-feira (29), em Trancoso, na Bahia. O imóvel foi alugado desde o dia 25, e os contratantes reuniram cerca de 500 pessoas no local para uma festa irregular e com venda de ingressos. Os policiais têm abordado vários locais, já que Trancoso é o lugar que está sendo destino de muitos turistas, mesmo com a pandemia.

Vídeo que circula nas redes sociais, Elba aparece dançando, sem máscara, com outras pessoas também dançando ao seu redor. Ainda segundo a assessoria, as imagens são do dia anterior à festa, quando ela foi prestigiar a inauguração do restaurante de uma amiga.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja o vídeo:

Momento da chegada da polícia no imóvel de propriedade de Elba Ramalho:

VEJA TAMBÉM: Após assumir romance, Tierry posta foto ao lado da ex-BBB Gabi Martins

A casa foi alugada do dia 25 de dezembro ao dia 4 de janeiro, como todos os anos eu faço. Esse é um período em que eu alugo outra casa ou fico numa pousada porque eu venho mesmo para descansar. A casa está nas mãos de outras pessoas, que vão responder. A responsabilidade é delas, não é minha”, esclareceu Elba durante entrevista à revista Quem. 

A artista disse ainda que estava ciente de que acontecia um evento no local, mas com menos pessoas. Elba alegou também que foi “incisiva sobre as regras” impostas pelo juiz de Porto Seguro. Ela também publicou um vídeo em seu Instagram dando mais explicações. A cantora justificou ainda que, no momento da festa no imóvel, ela estava em uma missa.

Reprodução: Redes sociais / Elba Ramalho

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Elba alegou que foi usada e irá processar as pessoas que estão em sua casa.

As coisas estão super delicadas, porque realmente me tomaram de bode expiatório desta história. Estou exigindo agora que as pessoas que estão lá na casa façam vídeo e assumam a responsabilidade. Vou processar por danos morais, porque – vamos dizer assim – entrei no olho do furacão por conta deles. Estive na casa dois dias, fui levar máscara para os funcionários. Cheguei a falar com um deles ‘por favor, vocês não podem faze eventos’”, garantiu a cantora.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio