Elton John detona comentário de DaBaby: “Alimenta a discriminação”

Publicado em 28/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente, o rapper DaBaby virou assunto por discriminar gays e portadores de HIV+. durante show: “Se você não apareceu hoje com HIV, AIDS ou qualquer uma dessas doenças sexualmente transmissíveis, ligue a lanterna do seu celular. Rapazes, se vocês não estão chupando um pau no estacionamento, liguem a lanterna do seu celular”, disse ele na ocasião. Quem não gostou disso foi Elton Jhon, que falou sobre a fala do rapper.

Em um post no seu Instagram, ele disse: “A desinformação e a homofobia sobre o HIV não têm lugar na indústria musical. Devemos quebrar o estigma em torno do HIV e não espalhá-lo. Como músicos, é nosso trabalho reunir as pessoas.”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A declaração tinha a legenda: “Ficamos chocados ao ler sobre a desinformação sobre HIV e declarações homofóbicas feitas em um recente show de DaBaby. “Isso alimenta o estigma e a discriminação e é o oposto do que nosso mundo precisa para combater a epidemia de AIDS.”

Ele então compartilhou uma lista de fatos sobre HIV e AIDS, incluindo que o HIV afetou mais de 70 milhões de pessoas, homens, mulheres e crianças, em todo o mundo. Elton também disse que na América, um homem negro gay tem 50% de chance vitalícia de contrair o HIV.

O signatário do Tiny Dancer lembrou às pessoas que tomar uma pílula diária pode tornar o HIV indetectável no corpo e intransmissível.

(Foto: Reprodução)

DaBaby pediu desculpas às pessoas com HIV mas esnobou comunidade LGBTQIA+

Após a repercussão negativa de sua fala e seu primeiro pedido de desculpas, DaBaby foi ao Twitter pedir desculpas às pessoas com HIV, porém acabou “esnobando” a comunidade LGBTQIA+:

Qualquer um que tenha sido afetado por AIDS/HIV vocês todos têm o direito de estarem chateados, o que eu disse foi insensível mesmo que eu não tenha intenção de ofender ninguém. Então peço desculpas.

Mas a comunidade LGBT… Eu não tenho problemas com vocês. Os negócios de vocês são os negócios de vocês.”

O primeiro pedido de desculpas de DaBaby que acabou em uma segunda fala preconceituosa:

“Mesmo meus fãs gays, eles não têm a porr* da AIDS, seus idiotas. Eles não têm AIDS. Meus fãs gays se cuidam. Eles evitam isso. Não são gays nojentos. Não são viciados. Meus fãs gays têm classe. Eles não são babacas em um estacionamento. Você tem que pegar um quarto. Um bom, em um hotel cinco estrelas. Até meus fãs gays têm padrões”, falou.

Eu disse para você acender a luz do celular se não tiver AIDS. Eu disse para você acender a luz se você não chupou um pau no estacionamento, para que eu possa lançar a próxima música. Eu não ia reclamar Isso é chamado ‘call to action’. É assim que se chama, porque sou um performer. Eu sou o melhor performer ao vivo. Sou um destruidor no show”, completou.

Lil Nas X rebate acusação de ‘apologia gay’

Como sempre, Lil Nas X vira alvo de polêmica por conta de seus clipes. Após lançar o vídeo de “Industry Baby”, em que se declara homossexual, ele acabou recebendo diversas críticas da ala mais conservadora, inclusive o acusando de incentivar meninos a virarem gays.

“(Deixando) Todas as piadas de lado, a ideia de uma agenda gay não faz sentido. Se alguém te influencia a chupar pau, você provavelmente já queria chupar pau“, disparou ele, sobre o tema.

No tweet, seguidora confrontou Nas X dizendo que as pessoas, no geral, são facilmente manipuladas. Lil Nas X mostrou todo seu deboche ao responder: “Sim, a manipulação é real. Agendas são reais. Eu simplesmente não acredito que eu, em uma prisão fictícia com outros homens, poderia levar um homem heterossexual a decidir chupar pau”, disse.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio