Elvis Presley poderia ter se tornado maior se não fosse seu empresário?

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em uma entrevista, o primo de Elvis Presley, Billy Smith, revelou que o cantor poderia ter se tornado um artista maior, caso seu empresário Tom Parker não o “segurasse”.

Ele contou que, no início da carreira do artista, foi o guitarrista Scotty Moore quem agendava os shows e o “empresariava”. Logo, o produtor Bob Neal conseguiu contratar Elvis para o programa de TV ‘Louisana Hayride‘ e o astro começou a ganhar um bom dinheiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Foi quando o Colonel [Tom Parker] entrou. Elvis estava ficando cada vez maior e o Colonel viu isso. Onde havia dinheiro a ser ganho, o Colonel queria participar“, disse.

VEJA TAMBÉM: Bizarro! Elvis Presley “era como um pai” para sua ex-esposa; entenda!

E continuou: “O Colonel percebeu isso e finalmente convenceu Elvis a deixar Bob e ir com ele. (…) Para esclarecer tudo, o Colonel não fez Elvis, ele ajudou a fazer Elvis, mas não fez Elvis. Elvis já estava no caminho“.

Poderia ter levado um pouco mais de tempo para Elvis com Bob Neal, mas acho que Elvis estava destinado a ser tão grande quanto era. Mas o Colonel, com sua inteligência… ele conhecia as pessoas certas e fazia da maneira certa para ganhar muito dinheiro, então não posso tirar o mérito dele“, contou.

Segundo o jornal britânico Express, Billy chegou a dizer que acha que o cantor poderia ter se afastado do empresário mais tarde e realmente se tornar maior do que era.

FOTO: Reprodução/Express/Getty

Eu acho que nos últimos anos, as coisas mudaram tanto no mundo da música e eu acho que o Colonel meio que ficou para trás“, revelou. “Gostava muito do Colonel e achava ele uma ótima pessoa. Mas ainda assim, fatos são fatos e acho que nos últimos anos o Colonel segurou Elvis“.

O filho de Billy, Danny, que cresceu em Graceland com seu pai e Elvis, falou que se o Colonel tivesse permitido, o cantor poderia ter se tornado ainda maior com uma turnê mundial, já que ao longo de toda a sua carreira, o artista realizou apenas três shows fora dos EUA.

Em 2015, o jornal britânico The Mirror relatou que antes de Elvis Presley morrer em 1977, havia planos para ele se apresentar no Reino Unido e no Japão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio