iza e liniker
As cantoras Iza e Liniker (FOTO: Divulgação)

A clássica música “Negro Gato” vai ganhar uma performance na cerimônia de entrega da 29ª edição do Prêmio da Música Brasileira que contará com homenagens ao cantor e compositor carioca Luiz Melodia. A música que em 1980 ganhou uma versão cheia de soul por Melodia será cantada por IZA ao lado de Lazzo Matumbi e de Liniker.

O trio vai dar uma nova interpretação para Negro Gato trazendo a pegada R&B contemporânea da carioca Iza, o afro-pop-baiano do soteropolitano Lazzo Matumbi e com o soul da paulista Liniker.

VEJA TAMBÉM: Com clipe banido do Youtube, Ludmilla apresenta “Jogando Sujo” na TV

O rock “Negro Gato”, composição de Getúlio Cortês, foi lançado em um disco de 1965 pelo conjunto Renato e seus Blue Caps e acabou ficando popular em 1966 com a versão de Roberto Carlos.

A cerimônia da 29ª edição do Prêmio da Música Brasileira está agendada para 15 de agosto de 2018 no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

“O mundo é cruel com as mulheres” afirma IZA sobre comparações com Anitta e Ludmilla

Não demorou muito tempo para que a cantora IZA chegasse ao posto de uma das cantoras de música pop mais prestigiadas do país. E foi só chegar neste patamar que diversas comparações com outras cantoras começaram a ser feitas. Anitta e Ludmilla são as mais citadas, tanto por fãs quanto pela imprensa ao compararem a breve carreira de IZA.

Só que estas comparações não agradam muito à IZA. A cantora carioca chegou a fazer uma confissão sobre estas comparações num programa de televisão.

Isso é muito louco, porque não sinto que aconteça o mesmo com os cantores homens. Somos muito visadas pela nossa aparência. Existe uma pressão para que a gente se mostre de um determinado jeito, o que eu acho super cruel e injusto. É bom frisar que somos parceiras, nos admiramos e respeitamos”, afirmou.

“Não combina comigo nem é o tipo de recado que meus fãs esperam de mim. O mundo já é muito machista, cruel demais com as mulheres. É perda de tempo e desserviço ficar incitando esse tipo de competição”, completou, falando do repertório de músicas onde não incita a competição entre mulheres.

Já a funkeira Ludmilla, é só elogios para a colega de profissão e também comentou este verdadeiro clima de disputa que se instalou:

“IZA canta muito, tem um superswing, é linda… Tô apaixonada pelo CD dela! O que mais me incomoda nas comparações que fazem entre a gente é que temos muitos fãs crianças e adolescentes. Eles acreditam no que veem por aí e acabam brigando por nada! Nos admiramos e nos apoiamos tanto, e as pessoas ainda criam rivalidade entre nós” explicou Ludmilla.

Além de recentemente ter emplacado hits como “Pesadão” e “Ginga”, atualmente IZA é,  apresentadora do programa “Música Boa”, no Multishow.