Em homenagem aos profissionais de saúde Adam Lambert e Queen lançam versão de “We Are the Champions”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A clássica música “We Are the Champions” do Queen faz sucesso há mais de 40 anos e agora ganha uma nova versão em homenagem aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate a pandemia do novo coronavírus. Desde 2012, Adam Lambert substitui Freddie Mercury (1946-1991) nos vocais da banda britânica e se diz bastante honrado por fazer parte deste momento histórico em que ‘We Are the Champions’ se transforma em ‘You Are the Champions’. Mas a palavra “We” (nós) por “You” (vocês) não foi a única coisa a ser modificada. Trechos da canção foram alterados para este momento de pandemia em que o mundo passa. 

“Acho que
vai se tornar algo ainda maior”, afirma Adam em entrevista, por telefone, em
sua casa em Los Angeles (EUA).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Isolado assim como o resto das pessoas ao redor do mundo, Lambert afirma que a ideia de criar uma nova roupagem ao clássico dos anos 1970 surgiu durante uma conversa com os músicos Brian May, 72, e Roger Taylor, 70, integrantes originais da banda.

VEJA TAMBÉM: Ivete Sangalo e Whindersson Nunes lançam o divertido clipe de “Coisa Linda” gravado na quarentena

“Na verdade,
foi muito fácil. Nós sabíamos o que queríamos fazer e também tivemos ajuda para
juntar tudo, então ficou ótimo e tenho orgulho do resultado”, diz o cantor com
bastante expectativa. “É sério, me sinto muito sortudo por isso, mudou a minha
vida”, complementa.

Veja a nova versão:

Além da
homenagem, o intuito da música é também arrecadar recursos que serão destinados
para o Fundo de Resposta de Solidariedade Covid-19 da Organização Mundial da
Saúde (OMS). 

“Se não
tivéssemos o suporte deles (OMS), as coisas estariam piores. Essa
canção toca em eventos de esporte, em formaturas, em festas, é icônica. Mudar
uma palavra para esse momento que estamos vivendo também é”, ressalta Lambert.

Adam conta a
experiência de ter dado voz ao hit da banda, produzindo direto de sua casa. “É
interessante esse novo mundo. Sim, usamos o celular para gravar (risos), e
apesar de eu ter conectado com o meu microfone foi o celular que capturou o
som, é maravilhoso o que conseguimos fazer”.

O artista
tenta manter a esperança de que as pessoas se conscientizem daqui pra
frente. 

“É um
momento histórico e também acredito que a sociedade vai mudar depois disso.
Espero que as pessoas se tornem mais empáticas. Por mais que seja uma pandemia
horrorosa espero que nos aproxime”.

No dia 18 de
abril, Adam Lambert foi um dos convidados de Lady Gaga para o festival de
música beneficente “One World: Together At Home”, da ONG Global Citizen.

“Quando eu
soube que isso aconteceria fiquei bem animado. Eu e Queen nos apresentamos no
evento da Global Citizen em Nova York no verão passado e foi incrível. Não me
esqueço desse show até hoje”, diz o cantor.

Revelado no
reality show americano American Idol, em 2009, diz sentir saudades dos
palcos, já que os shows foram cancelados por tempo indeterminado em várias
partes do mundo. 

“Nada se
compara aos shows ao vivo, acontece muita coisa especial quando é presencial,
mas considerando tudo que estamos vivendo é melhor que não tenha nesse momento.
Espero que passe logo”, finaliza.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio