taylor swift
A cantora norte-americana Taylor Swift (FOTO: Reprodução)

Após optar por ser omissa nas eleições de 2016, Taylor Swift decidiu que esse ano iria se posicionar contra Donald Trump.

A queridinha da América cedeu uma entrevista para a V Magazine para discutir sobre o tema: “Todos merecem um governo que leve a sério os riscos globais à saúde e coloque a vida de seu povo em primeiro lugar”.

“A única maneira de começar a tornar as coisas melhores é escolher líderes que estejam dispostos a enfrentar esses problemas e encontrar maneiras de resolvê-los”, continuou.

VEJA TAMBÉM: Em silêncio sobre Bolsonaro, Ivete Sangalo corre atrás do tempo com rappers e LGBTs

Ela ainda falou sobre as comunidades minorizadas no país: “A mudança de que mais precisamos é eleger um presidente que reconheça que as pessoas de cor merecem se sentir seguras e representadas”.

“As mulheres merecem o direito de escolher o que acontece com seus corpos e a comunidade LGBTQIA + merece ser reconhecida e incluída”, concluiu.

A cantora então, declarou seu voto: “Vou votar com orgulho em Joe Biden & Kamala Harris na eleição presidencial deste ano. Sob a liderança deles, acredito que a América tem a chance de iniciar o processo de cura de que tanto precisa”.

FOTO: Reprodução

Taylor Swift se posicionou contra as políticas de Donald Trump em diversas ocasiões nos anos que sucederam sua eleição, levando sérias discussões para palcos de premiações, shows e até mesmo fazendo um documentário que mostra como seu posicionamento político mudou desde que o empresário foi eleito.

Em seu Twitter, a loira declarou: “Depois de atiçar o fogo da supremacia branca e do racismo em toda a sua presidência, você tem coragem de fingir superioridade moral antes de ameaçar com violência?”

E ainda disse: “Vamos votar pela sua saída em novembro”.