Michael Jackson
O cantor norte-americano Michael Jackson (FOTO: Reprodução)

Uma das figuras mais polêmicas dos últimos anos, Donald Trump era um grande amigo do Rei do Pop, Michael Jackson. Isso é o que revela o livro Triggered, escrito pelo filho do magnata.

Dada todas as coisas que meu pai tem sido chamado ultimamente, racista, com certeza, me parece muito estranho, visto que ele deixava seus filhos passarem as férias com um homem negro como Michael Jackson“, disse.

Ele ainda afirmou: “Se meu pai é racista, com certeza ele estava sendo racista errado“. Segundo Trump Jr., ele e o cantor jogavam até videogame juntos.

Em outro livro, chamado Raising Trump, Ivana Trump revelou outros detalhes sobre a amizade: “Ele parava para conversar comigo e com Donald por vinte minutos e depois ia até o andar das crianças para brincar com elas por horas e horas”.

Ela, que segundo o MegaCurioso nunca acreditou nas acusações de abusos sexuais por Michael, revelou: “Eles [o cantor e as crianças] assistiam à MTV, jogavam Mario Bros., Tetris ou brincavam com Legos“.

VEJA TAMBÉM: Maior clipe de Michael Jackson quase foi destruído pelo cantor

Um apontamento curioso sobre a relação entre Trump e o artista, é que Michael Jackson e sua primeira esposa, Lisa Marie Presley provavelmente não teriam se conhecido se não fosse pelo empresário.

Em 1994, a revista People publicou comentários do atual presidente norte-americano sobre uma época em que o casal se hospedou em sua propriedade em Palm Beach.

De acordo com o presidente, o casal estava “de mãos dadas e conversando até altas horas”, apesar de ter quartos separados.

Evidentemente, o presidente era um bom amigo do casal, chegando a hospedá-los na Trump Tower de Nova York depois que anunciaram seu casamento.

FOTO: Reprodução