Sendo um dos produtos mais lucrativos dos últimos tempos, o BTS poderá ter a chance de não prestar serviço militar obrigatório.

Na Coreia do Sul, país de origem dos integrantes, todos os homens entre 18 e 28 anos são obrigados a servir. Mas alguns políticos estão lutando para que RM, Jimin, Suga, J-Hope, Jungkook, V e Jin não precisem.

Parlamentares argumentam que eles já fazem muito pelo país, levando sua cultura para o mundo todo. Atualmente, o grupo está no topo de diversas paradas norte-americanas.

VEJA TAMBÉM: Influente! Site de registro eleitoral sai do ar após Ariana Grande incentivar fãs a votar

Jin já tem 27 anos e segundo a lei, precisaria se inscrever até o fim de 2021. Na segunda-feira (5), Noh Woong-rae do Partido Democrata polemizou: “Nem todo mundo precisa empunhar um rifle para servir ao país”.

Ele deu a sugestão de que os integrante trabalhassem como “embaixadores” durante suas viagens. A gravadora do BTS se recusa a comentar sobre o assunto.

Petições de fãs com pedidos para eles não servirem já ultrapassam as 100 mil assinaturas pela internet.