Adele
A cantora inglesa Adele (FOTO: Divulgação)

A britânica Adele está começando a planejar os primeiros passos de seu novo álbum. E uma canção, que até já virou lenda entre os fãs da cantora inglesa, voltou a ser assunto.

Trata-se de “Devil On My Shoulder”, música criada por Adele numa parceria com Greg Wells, produtor canadense indicado ao Grammy que já trabalhou com a cantora na canção “One and Only”, do álbum “21” da britânica. A música foi engavetada e acabou não entrando nos álbuns “21” e “25” da cantora, mas permaneceu muito bem guardada pelo produtor, que teria recebido um telefonema recente de Adele pedindo para que os dois voltem a trabalhar na música e possam finalizá-la.

Durante a transmissão de um programa da Billboard, o produtor Greg Wells comentou mais alguns detalhes sobre “Devil On My Shoulder” sugerindo que o som de guitarras podem estar envolvidas na música inédita:

“É uma faixa inédita que só eu, Dan (Daniel Wilson) e Adele ouvimos até o momento. É algo meio ‘Bo Diddley’, meio que nos anos 1950, só que à frente de seu tempo e muito divertida” explicou o cantor fazendo referência ao lendário artista soul Bo Diddley, considerado um dos melhores guitarristas da história da música.

VEJA TAMBÉM: “Sem sua força não teríamos este sucesso” afirma Janet Jackson sobre o falecido pai

“Eu tinha certeza que ela ia descartar, mas ela me mandou um e-mail dizendo ‘temos que terminar isso..’. Na verdade nós não terminamos ela, mas é muito divertida como está e nós nos divertimos muito enquanto trabalhávamos nela” afirmou.

“Eu espero que em algum momento o mundo ouça essa música, porque é ótima”, concluiu Greg Wells.

Vale destacar que além de ter trabalhado com Dua Lipa e Katy Perry, o produtor Greg Wells produziu alguns dos maiores sucessos da carreira da banda One Republic e também do cantor Mika tendo assinado respectivamente “Apologize” (da banda) e “Grace Kelly” (do cantor libanês).

O novo álbum de Adele não deve mais levar no título a respectiva idade da cantora e tem previsão de ser lançado próximo ao Natal de 2019.