andressa urach
A antiga vice-Miss Bumbum e missionária Andressa Urach (FOTO: Reprodução)

Após se envolver em muitas polêmicas e se converter religiosamente, Andressa Urach decidiu virar cantora. A artista gravou o seu primeiro single, “Noite Virou Dia”, escrita por Elisa Hares, em um estúdio no Rio de Janeiro na última quinta-feira (dia 5).

Além de recentemente ter escrito um livro, ela revelou ao portal UOL que a vontade de cantar veio como uma missão de ajudar outras pessoas que vivem em situações de desespero.  “Não sou cantora e nunca pretendi ser, mas dentro de mim existia um desejo de cantar uma música com a minha história, para ajudar outras pessoas. E de fato este sonho está se tornando realidade”, explicou.

Atualmente apresentando o quadro “Eu Sobrevivi”, na Record TV do Rio Grande do Sul, Andressa Urach justificou que fazia sessões de fonoaudióloga e assim começou a “namorar” a ideia de cantar:

“Tudo começou quando iniciei as aulas de fonoaudiologia, pois trabalho como apresentadora de um quadro chamado ‘Eu Sobrevivi’, na Record do Rio Grande do Sul. Minha professora de fono Jordânia Borowski, é especialista em voz com ênfase em canto. Comecei a compartilhar as aulas de fono nas redes sociais, então surgiu o convite da gravadora que entrou em contato comigo para gravar uma música. Na mesma hora aceitei e conversei com alguns compositores do que exatamente eu gostaria e a compositora Elisa Hares me surpreendeu com o talento dela para escrever. Ela criou exatamente o que eu imaginava, ficou linda a letra da música, eu amei, é a minha história”.

VEJA TAMBÉM: Wesley Safadão pinta o cabelo de roxo após visual “Ana Maria Braga”

Apesar de ter virado missionária da igreja Universal, a música de Andressa Urach não é gospel. Na verdade, trata-se uma mistura de indie folk e rock, de acordo com a entrevista: “Estou muito feliz com tudo que tem acontecido na minha vida. Se minha música ‘Noite virou dia’ inspirar uma única pessoa a mudar suas escolhas, já estou feliz, pois se você como eu, fez tudo de errado a vida toda e acha que não tem saída, você não precisa se matar, você pode sim escrever uma nova história. Quem já passou por depressão e pensamentos de suicídio vai entender a dor que eu vivi, é uma dor na alma. Minha música é para alegrar quem está sofrendo e o verdadeiro significado da música, é que a minha noite virou dia e a vida delas também pode mudar. Não descarto a possibilidade de fazer um álbum, sinto muita falta de músicas com letras agradáveis e construtivas para ouvir. Se o público gostar, quem sabe?”, concluiu a mais nova cantora.