Ex-coreógrafo do Boi Caprichoso morre vítima da Covid-19

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ex-coreógrafo do Boi Caprichoso, Erik David, morreu na noite deste domingo (13), em Manaus, vítima da Covid-19. O comunicado foi divulgado na página oficial do grupo no Facebook. O artista ficou à frente das coreografias até 2016.

Em nota, o presidente do Boi Caprichoso, Jender Lobato e o vice, Karu Carvalho, lamentaram a morte de Erick e prestaram condolências à família do artista, declarando que ele “se torna uma das estrelas da constelação azulada no firmamento azul e branco”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Ele foi um artista que nunca poupou dedicação ao nosso touro negro. Esteve durante muitos anos ao lado dos itens femininos e sempre foi um amigo que buscava incentivar as mulheres do Caprichoso”, pontua outro trecho do comunicado.

O Caprichoso é um dos dois bois que disputam o Festival Folclórico de Parintins. É o Boi das cores azul e branco, seu símbolo é uma estrela azul, a qual ele ostenta em sua testa. O nome, Caprichoso, teria um significado intrínseco a ele, isto é, pessoas cheias de capricho, trabalho e honestidade.

VEJA TAMBÉM: Bruno alfineta Gusttavo Lima após divórcio com Andressa: “Não pode largar”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio